Crie ou Acesse seu email


segunda-feira, 25/03/2013

Jovem sem antecedentes é executado com cinco tiros em Ipatinga

O jovemThiago De Souza Araújo, de 18 anos, foi executado na tarde desta segunda-feira(25), por volta das 17 h,  com cinco tiros, na rua Ilhéus, próximo a praça do bairro Planalto.  A vítima foi atingida por cinco disparos, sendo três na região da cabeça, um na costela e um na perna.

Em entrevista para nossa reportagem, a tia do jovem nos disse que ele trabalhava com seu pai, Alípio Sabino Araújo, de 40 anos,  em uma obra na padaria. Seu pai havia saído momentos antes e ele logo atrás. A tia nos disse que logo pela manhã notou seu sobrinho um pouco triste, mas não questionou o motivo.

De a cordo com a PM, Thiago não possuía passagem pela Polícia e não há registro de envolvimento dele com droga.

O cabo Figueiredo, que comandou a ocorrência nos disse: "Ele estava na praça que fica de frente ao seu local de trabalho. De acordo com as apurações iniciais, um indivíduo se aproximou e disparou contra ele. A vítima foi atingida por cinco disparos, sendo três na região da cabeça, uma vez na costela e uma vez na perna, não há registro de passagem dele pela Polícia e desconhecemos até o momento seu envolvimento com drogas", disse.

Populares contam que ele teria largado o serviço e sentou-se na praça. Ele seguia a caminho de sua residência no momento em que um indivíduo se aproximou e disparou várias vezes em sua direção. A vítima tentou correr, mas foi alcançada pelos disparos. Tiago morreu no local.

A família afirma desconhecer o motivo de sua morte, alegando que ele era um rapaz de bons relacionamentos e bons costumes. Eles desconhecem ainda alguma inimizade do jovem com outras pessoas.

Thiago morava com seus pais, na rua Florianópolis, no bairro Veneza. Ele mantinha um relacionamento amoroso estável e não possuía filhos. A Polícia está investigando o ocorrido. O corpo de Thiago foi encaminhado ao IML pela funerária.

 

segunda-feira, 25/03/2013

Vereadores avaliarão propostas ao projeto sobre feiras itinerantes

Uma nova discussão em torno do projeto de lei 3.715, que estabelece normas para o funcionamento das feiras itinerantes intermunicipais em Timóteo, foi realizada na tarde desta segunda-feira (25), no plenário da Câmara Municipal de Timóteo.

A reunião, que envolveu expositores da feira hippie em Timóteo, comerciantes, vereadores, representantes do Executivo Municipal, de entidades comerciais e da empresa que promove a feira, não chegou a nenhum consenso. Diante do impasse, a presidente da Casa, Guaraciaba Araújo, acatou a sugestão do vereador Leonardo Rodrigues – Lelé,  e pediu aos principais interessados que apresentem propostas de emendas ao PL até o dia 01 de abril, para que o Legislativo possa discutir e incluir – as que foram viáveis – ao projeto.


Para Guaraciaba, o projeto é importante, mas polêmico. “Pedimos à Administração um prazo maior para debater o projeto com os vereadores e as partes interessadas, para que possamos melhorar o projeto através de emendas. Defendo a regulamentação das feiras em Timóteo e a necessidade de elas terem mais espaços para que as pessoas possam fazer as compras. Sou a favor da aprovação do projeto, mas não do jeito que ele está”, esclareceu.

Uma das questões mais relevantes do projeto, segundo a presidente da Casa, é a segurança dos locais onde as feiras estão instaladas. “Precisamos de um lugar adequado. Precisamos garantir, através da lei, mais segurança para as pessoas que frequentam as feiras. Essa é uma questão que vem sendo muito debatida e defendida pelos vereadores”.

Questionamentos

Alguns outros pontos foram questionados pelos vereadores. “O projeto prevê que não será permitida a realização das feiras itinerantes no período de 45 dias antes do dia das Mães, dia dos Namorados, dia dos Pais, dia das Crianças e Natal. Esse prazo é muito extenso”, criticou Adriano Alvarenga. No entanto, o vereador defendeu que cada estande tenha seu alvará de funcionamento.

Outra questão levantada foi o não pagamento de tributo por parte dos expositores da feira. O diretor jurídico da Aciati/CDL, Maicon Reis, defendeu a livre iniciativa do comércio desde que exista “paridade de armas”. “É injusto a competição entre os que recolhem impostos e geram emprego ao município e os que não pagam impostos. Somos a favor de qualquer concorrência leal. Somos a favor da feira, mas temos que estar em condição de igualdade”, argumentou.

No entanto, de acordo com a advogada Milena Rodrigues, representante da Dekkas Comércio e Representação que promove a feira hippie em Timóteo, a empresa paga todos os seus impostos. Para ela, as exigências do projeto de lei, como a necessidade de alvará de funcionamento para cada um dos expositores, são para inviabilizar a realização da feira. “Isso irá prejudicar não só a população de Timóteo, mas empresários também, já que muitos dos expositores são de Timóteo”, defendeu.

Regulamentação

Segundo o procurador-geral do município, Heider Torre, a Administração quer regularizar a situação, mas está aberta à discussão. “Nós queremos fiscalizar as feiras, não podemos deixar que elas funcionem da forma como estava. Queremos mudar a consciência dos cidadãos, dos empresários, sobre a necessidade do pagamento de impostos e da emissão de nota fiscal. Vamos fazer essa mesma discussão com os camelôs. Precisamos que todos os comércios, feiras funcionem em situação de igualdade. Nos preocupa ter um comércio atuante, com produtos de procedência e de qualidade”. Heyder defendeu ainda que o projeto segue um padrão e não foi inventado pelo município.


 

segunda-feira, 25/03/2013

Cidades da RMVA discutem adesão à Conferência Coletiva das Cidades

Nesta terça-feira (26), é o prazo final para que os municípios interessados em aderir à Conferência Coletiva das Cidades confirmem sua inscrição neste modelo. Neste dia, os representantes das cidades do Vale do Aço e do Colar Metropolitanos têm encontro marcado em Açucena para fechar a participação conjunta,  considerada uma forma de fortalecer as propostas da região que serão levadas à Conferência Estadual. A reunião acontecerá no salão da Prefeitura, de 9h às 12h.


Primeira etapa da V Conferência Nacional das Cidades, promovida pelo Governo Federal, a Conferência Coletiva das Cidades substitui a necessidade de realização das conferências municipais. O evento está programado para o dia 25 de maio, no UnilesteMG, em Coronel Fabriciano.

De acordo com Paulo Cruz,  técnico da Secretaria de Planejamento e Gestão da Prefeitura de Timóteo, a unificação das discussões fortalecerá as  propostas para o desenvolvimento urbano integrado em nível estadual e facilitará a captação de recursos para projetos de amplitude regional.

Além de confirmar a adesão no encontro de Açucena,  os municípios discutirão a organização, regimento interno, temas dos debates e critérios para a eleição dos delegados na Conferência Coletiva, que representarão o grupo na fase estadual a ser realizada em setembro. A expectativa é de que cerca de 15 cidades oficializem a participação na Conferência Coletiva.

segunda-feira, 25/03/2013

Copa Verão de Timóteo tem goleadas de líderes

Muitos gols pela chave C da Copa Verão de Timóteo nos jogos do último domingo (24). Nos três jogos, 16 gols foram marcados, com duas goleadas e uma disputa acirrada. Pelos demais sete jogos, muita disputa pela classificação à próxima fase do torneio. Apenas dois jogos terminaram empatados e um jogo foi adiado ainda sem data definida para ser realizado.


A maior goleada foi do Artmídia sobre o Renascença, com sonoros 4 a 0. Com a vitória, o time do Artmídia chega  a 9 pontos em três jogos, garante os 100% de aproveitamento e a vice liderança do grupo C. A liderança é do Macuco, que também chegou aos 9 pontos ao vencer o Guanabara por 4 a 1 e garantir os mesmos 100% de aproveitamento.

Pelo outro jogo da chave C, o Galáticos venceu o Siena por 4 a 3, chegou aos 6 pontos no terceiro lugar na chave e deixou o adversário com 3 pontos em quarto lugar. Os outros times, Guanabara e Renascença não marcaram pontos em nenhum dos três jogos e seguem na lanterna da chave C.

Goleadas também nos jogos da chave D da Copa Verão. Mesmo fora de casa, o Tuning Car venceu o time do Fúria por 4 a 1, chegou aos nove pontos em três jogos e assumiu a liderança isolada da chave com 9 pontos. Embora tenha perdido, o Fúria é o vice líder, com 4 pontos. O Cava Grande venceu o Grêmio Limoeiro e chegou a 4 pontos, ficando em terceiro e deixando o Limoeiro na lanterna, sem pontos. Com jogo adiado entre eles, o Real Marli permanece com 3 pontos  e o Bandeirantes, com 2.

Empates

Outros cinco jogos foram realizados pela Copa. Na chave A, o Unidos segurou o Ana Moura no empate em 1 a 1, mas não tirou a liderança do Ana Moura, que tem 7 pontos. E nem saiu a lanterna, posição que ocupa com apenas 1 ponto. O Juventus, venceu por 2 a 1 o duelo pela vice liderança contra o Primavera e chegou aos 6 pontos, deixando o adversário com 4, em terceiro lugar. No outro jogo da chave, o Malemolência venceu o Arsenal por 2 a 1 e chegou aos mesmos 4 pontos,  mas está em quarto com saldo de gols menor. O Arsenal está em quinto com três pontos.
Pela chave B, dois jogos foram realizados com um empate e uma goleada. O Jota 23 goleou o Cascavel por 3 a 0 e deixou a lanterna da chave chegando aos 3 pontos e chegou ao terceiro lugar. Com os mesmos 3 pontos, ficou o Cascavel, em quarto, com saldo de gols menor. Pelo outro jogo, o Renegados chegou a 4 pontos e à vice liderança ao empatar com o João XXIII por 2 a 2 e deixar o adversário na lanterna com 2 pontos. O Lagoano, mesmo folgando na rodada, ainda é o líder com 4 pontos e um jogo a menos.

Rodadas da semana santa são adiadas em Timóteo

A Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude informou nesta segunda-feira (25) que não haverá rodada dos campeonatos promovidos pela Prefeitura no próximo final de semana. O motivo é o feriado da sexta-feira santa, que cria um final de semana prolongado.

O adiamento dos jogos do final de semana atende a pedidos das equipes que disputam os campeonatos Copa Verão e Taça Timóteo de Futebol de Base, ambos promovidos pela Prefeitura. Pela Copa Verão, foi adiada a 4º rodada, e pela Taça de Base - Copinha - o adiamento foi da quinta e última rodada da primeira fase.

A Secretaria de Esporte informa que as rodadas serão adiadas serão realizadas no final de semana seguinte, dia 07 de abril, dando a continuidade normal ás competições.

segunda-feira, 25/03/2013

O Partido da República (PR) empossa nova diretoria

O Partido da República (PR) empossou no último sábado (23) a nova diretoria, que visa o fortalecimento do partido.



Os vereadores do PR, Leanir de Souza (Zizinho) e Wladimir Lana (Careca) receberam o deputado federal Lincoln Portela, secretário geral do partido em MG, deu posse aos novos diretores na presença de autoridades, entre elas o prefeito Keisson Drumond, a presidente da Câmara, Guaraciaba Gomes, o deputado estadual Juninho Araújo e os vereadores Reginaldo Barbosa, (Reginaldo da Fast), Elci Pedro (Michael Jackson) e  Moacir de Castro.

A nova diretoria tem como presidente José Germano Valadares. O vice é José Silva Mendes, a secretária é Sirley Maria Valéria e a tesoureira empossada foi Késsia Ruvênia, além dos vogais Leanir de Souza e Wladimir Lana.
Para o novo presidente do diretório municipal,  o PR irá crescer muito no município. “Nosso partido visa trabalhar com união e democracia. Apoiaremos o governo em tudo que for bom para nossos munícipes, pois queremos avançar rumo ao desenvolvimento”, disse Germano.

O prefeito Keisson Drumond parabenizou a nova diretoria e agradeceu ao apoio. “A união entre vários partidos é de fundamental importância para que os trabalhos aconteçam, se caminharmos lado a lado com certeza veremos nossa cidade progredir”, destacou.

Os vereadores Leanir de Souza e Wladimir Lana consideram que o PR acaba de nascer em Timóteo e irão se empenhar ao máximo como membros parlamentares em busca de recursos, uma vez que contam com parcerias importantes para esta capacitação. Ao se despedir o deputado Lincoln Portela afirmou mais uma vez seu compromisso com a cidade de Timóteo se colando à disposição dos vereadores.
 

segunda-feira, 25/03/2013

Assaltos e furtos de veículos marcaram o fim de semana de Ipatinga e Fabriciano


As cidades de Ipatinga e Fabriciano tiveram o fim de semana marcado por diversos assaltos a pessoas e veículos roubados. De acordo com a Polícia Militar, na noite desse domingo (24), a mototaxista Liliana Martins do Reis, 29 anos, declarou que teria sido assaltada por dois indivíduos por volta de 17h. De acordo com a mulher, eles estavam em uma motocicleta modelo CG Titan , de cor verde. De acordo com a vítima ela estaria trafegando em sua motocicleta, momento em que os autores a obrigaram a convergir na rua Atlântica, no bairro Morada do Vale. Sob ameaça de morte, os bandidos subtraíram um malote contendo 57 envelopes da empresa Vale-Cap. A vítima informou que além dos envelopes, eles levaram ainda seu celular, documentos pessoais e de sua motocicleta. Um amigo da vítima relatou que a quantia subtraída chega a aproximadamente R$5 mil reais. A vítima disse aos policiais que no momento trabalhava no recolhimento dos jogos de Vale-Cap nos pontos. A polícia irá investigar o caso.

Também na tarde deste domingo (24), por volta de 14h30, no centro de Fabriciano, Elizélia da Silva, 41 anos, teve  um cordão com três pingentes, um escapulário, ambos de ouro, um aparelho celular marca Samsung, roubados por dois indivíduos em uma bicicleta. De acordo com informações da vítima, um deles era branco, aparentando ter 30 anos, trajando camiseta branca e boné, e o outro era de cor negra, trajando camiseta vermelha e boné. Ao abordarem,  anunciaram o assalto mostrando uma arma de fogo. Segundo a vítima, logo em seguida, os bandidos fugiram tomando rumo ignorado. A PM foi acionada pela vítima e efetuou um rastreio para tentar localizar os autores, porém, sem êxito.

Ainda na tarde deste domingo, na rua Coronel Silvino Pereira, centro de Fabriciano, Roberto Carlos Ventura, 45 anos, teve sua motocicleta, modelo Honda Twister, placa HIZ 7066, furtada. Ele conta que estacionou a motocicleta na rua e se ausentou por cerca de 30 minutos. Ao retornar para o local, percebeu que seu veículo havia desaparecido. A PM foi acionada e momentos mais tarde recebeu uma ligação relatando que dois indivíduos empurravam uma motocicleta pela rua A, no centro da cidade. Os policiais se deslocaram até o local e encontraram a motocicleta abandonada, próxima as margens do rio Piracicaba, próximo ao bairro da Prainha. A motocicleta foi removida ao pátio e seu proprietário foi avisado.

Na mesma noite, a Polícia Militar de Ipatinga tomou conhecimento de que um veículo modelo Astra, Placas GXS8339, havia sido roubado mais cedo e que o mesmo se encontrava em uma residência na rua Um, no bairro Planalto. Os policiais se deslocaram até o local e ao chegar na residência foram recebidos por Maria Lúcia da Silva. Ela que é moradora da rua Nove, no bairro Planalto, disse aos militares que havia alugado o imóvel mobiliado para seus dois filhos e seu genro morarem, devido ao fato de que sua residência estar em reforma. Diante dos fatos e do argumento da suspeita, ela recebeu voz de prisão, assim como seu filho, Jonatan Augusto Mendes. Eles foram encaminhados para a delegacia e o veículo removido ao pátio.

Outro veículo furtado foi encontrado pela Polícia Militar de Ipatinga. O veículo, modelo Santana, placas BGP0814, em nome de Jane Silva Gonçalves. Segundo o boletim de ocorrência da PM, em patrulhamento  pela rua Campinas, no bairro Veneza, eles avistaram  o carro transitando em atitude suspeita.  Ao serem abordados, os dois indivíduos que estavam no interior do veiculo fugiram invadindo a contramão. Segundo a Polícia, eles fugiram em um matagal abandonando o veículo. Após ser feita a consulta pelo sistema, constataram que o mesmo era fruto de roubo há alguns dias. O mesmo foi removido ao pátio.
 

segunda-feira, 25/03/2013

1º Seminário Interdisciplinar e Intersetorial Parque Linear

A Prefeitura de Coronel Fabriciano promove, nesta terça-feira (26), das 18h às 21h, o 1º Seminário Interdisciplinar e Intersetorial Parque Linear.

Foto: divulgação
Com o tema Sustentabilidade e Qualidade de Vida, o evento é aberto ao público e será realizado no Centro de Arte e Educação, no Melo Viana. A atividade contará com a participação de professores, profissionais de saúde e meio ambiente da rede municipal.


Durante o evento será realizada a palestra “Parque Linear: saneamento, saúde e meio ambiente em prol da comunidade”, com o engenheiro químico Alexandre Landim.
“O objetivo deste seminário é apresentar os benefícios do Parque Linear e discutir temas relacionados à preservação dos recursos hídricos e ao impacto da falta de saneamento e do tratamento inadequado do lixo na saúde pública”, explica a coordenadora do Trabalho Socioambiental do Parque Linear, Lana Kátia Teixeira.

O Parque Linear vai além de obras estruturais e promoverá diversas mudanças na vida da população. “Por isso, durante o evento trabalhamos a importância de mudanças de comportamento. Refletimos sobre a necessidade do cuidado com o meio em que vivemos hoje, para que ele seja preservado para as gerações futuras. É o conceito de sustentabilidade”, ressalta Lana Teixeira.

Programação
18h – Café
18h15 – Apresentação cultural
18h30 – Abertura com a prefeita Rosângela Mendes
18h45 – Coordenadora do Trabalho Socioambiental: Lana Kátia Teixeira
19h – Palestra “Parque Linear: Saneamento, saúde e meio ambiente em prol da comunidade, com o engenheiro químico Alexandre Landim.
20h às 20h35 – Secretários de Educação e Cultura; Saúde e Serviços Urbanos e Meio Ambiente.
20h55 – Plenária

 

segunda-feira, 25/03/2013

Fabriciano revitaliza passagens elevadas de pedestres

A Prefeitura de Coronel Fabriciano está revitalizando as faixas elevadas de pedestres do município.

Foto: divulgação
As pinturas iniciaram no Centro e, em seguida, serão realizadas na avenida Magalhães Pinto, no Melo Viana, e demais bairros do município. Ao todo, Fabriciano possui cerca de 50 passagens elevadas.


O coordenador de Trânsito e Transportes Urbanos da Prefeitura, Antônio Socorro, explica que a ação visa garantir a sinalização das vias e a segurança dos pedestres. “Para não atrapalhar o trânsito, estamos fazendo as pinturas das faixas pela manhã e aos finais de semana, quando o tráfego de veículos é menor”, relata.

As faixas elevadas foram adotadas pelo município em 2007 e os pontos escolhidos foram aqueles que apresentavam maiores índices de excesso de velocidade dos condutores de veículo. “A ação resultou em mais segurança aos pedestres. Hoje, somos exemplo para os municípios da região e do Estado. Também incentivamos o respeito às regras de trânsito e contamos com os agentes de trânsito, que realizam um trabalho educativo junto à população e os motoristas”, ressalta Antônio Socorro.

segunda-feira, 25/03/2013

Filhote de jaguatirica é encontrado dentro de residência em Mato Grosso

Achado em Santo Antônio do Leverger, felino é dócil e foi batizado de 'Tato'.
Animal foi encaminhado para o Hospital Veterinário para cuidados clínicos.



Segundo residente de hospital, 'Tato' apresenta características de um animal domesticado. (Foto: Eduarda Fernandes / G1)

Foi encontrado nesta sexta-feira (22) em Santo Antônio de Leverger, a 35 quilômetros de Cuiabá, um filhote de jaguatirica de aproximadamente três meses de vida. Um homem disse que o animal entrou em sua casa e avisou o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O filhote agora se encontra sob os cuidados do Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Lá, ele recebeu o nome de “Tato”.

Tato apresenta características de um animal domesticado. “Nessa idade, ele já teria que estar bem mais agressivo, mas ele vem fácil quando a gente o chama”, conta Thais Morgado, residente do hospital.
Tato passou a integrar o grupo de animais capturados que atualmente recebem cuidados no hospital. Lá, encontram-se também, entre outros, um filhote de tamanduá bandeira e dois cágados. Além de animais silvestres como esses, o Hospital Universitário recebe também os de grande porte, exóticos e domésticos.



Tato está se alimentando com pedaços de carne no hospital veterinário. (Foto: Eduarda Fernandes / G1)
“Nós também atendemos animais domésticos. Basta trazer até aqui que nós realizamos a consulta para diagnóstico do problema”, explica a professora Sandra Helena Ramiro Corrêa. O Hospital presta todo tipo de atendimento, desde a consulta até procedimentos cirúrgicos.


A consulta, por exemplo, custa R$ 38,00. Já o valor dos procedimentos posteriores depende do caso. Há também a possibilidade de solicitar isenção de taxa retirando uma ficha na recepção do hospital. Ela deve ser preenchida e entregue com os documentos requisitados.

De abril de 2012 (quando da abertura do Hospital) até dezembro do mesmo ano, 145 animais entre silvestres e domésticos foram tratados lá.

O Superintendente de Fiscalização da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Osmar Lino Farias, chama atenção para a importância de se procurar os órgãos responsáveis caso se encontre um animal silvestre perdido. “Deve-se solicitar a presença do Ibama, Sema, Delegacia Ambiental, até mesmo do Corpo de Bombeiros. É ilegal criar ou manter estes animais em cativeiro sem licença. A penalidade varia desde criminalmente até à possibilidade de multa”, avisa.
G1

segunda-feira, 25/03/2013

I Caminhada Ecológica do Hospital São Camilo reúne mais de 50 participantes

Saúde, consciência ambiental e solidariedade. Estas são as principais características da I Caminha Ecológica promovida pelo Hospital São Camilo no último sábado, 23, que estimula a qualidade de vida associada à preservação ambiental.
O trajeto da Caminhada foi o Pico do Ana Moura, em Timóteo, o ponto mais alto da cidade, a 980 metros de altitude, que com frequência é visitado por turistas.


Foto: divulgação

Os inscritos foram presenteados com bonés do evento

Mais de 50 pessoas aderiram à Caminhada Ecológica que contou com um total de 12,4 quilômetros de trajeto. Um carro do corpo de bombeiros acompanhou o percurso dos participantes que também fizeram alongamentos orientados por educador físico.

A entrada foi gratuita, mas os participantes doaram 01 pacote de fralda geriátrica que será destinada à Pastoral da Saúde para doações aos pacientes do São Camilo em vulnerabilidade social.

Os inscritos foram presenteados com bonés do evento. De acordo com a diretora administrativa do Hospital São Camilo, Érica Dias, a Caminhada foi uma importante oportunidade de integrar o Hospital com seus colaboradores. “É uma aproximação que faz parte do nosso objetivo de parceria e que também vai beneficiar a todos”, afirma.

Entre os participantes estavam colaboradores e familiares, prestadores de serviços do Hospital e parceiros que destinaram a manhã de sábado para se exercitarem em contato com a natureza exuberante do Pico.

segunda-feira, 25/03/2013

XI Caravana das Águas mobiliza comunidade

A 12ª Companhia PM Independente de Meio Ambiente e Trânsito e os demais integrantes da Rede Ambiental Verde Vida promoveram neste sábado, 23, a XI Caravana das Águas, iniciativa que visa estimular a consciência ambiental, enfatizando a importância do uso racional dos recursos hídricos.

A atividade acontece anualmente, sempre por ocasião do Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março. Os participantes se reuniram na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE/Copasa) de Ipatinga e, às 08 horas da manhã, iniciaram o deslocamento, saindo em carreata pela estrada de acesso à Cachoeira de Santana, situada no Distrito de Revés do Belém, em Bom Jesus do Galho.


Foto: divulgação


Durante o percurso, foi feita uma parada no local conhecido como Ponte Perdida, no interior do Parque Estadual do Rio Doce (PERD). A ponte foi erguida em 1966, sendo o primeiro passo na tentativa de se construir uma estrada projetada para ligar os municípios de Timóteo e Coronel Fabriciano ao de Caratinga. Situada a 80 quilômetros da portaria do PERD, no município de Bom Jesus do Galho, o local é considerado um marco na luta de entidades conservacionistas pela proteção da Unidade. Em 1973, uma grande mobilização impediu a construção da rodovia, que dividiria a área do Parque e causaria danos irreparáveis ao meio ambiente.

Na Ponte Perdida, um ato solene marcou o início das atividades da XI Caravana das Águas. Após o hasteamento das bandeiras, realizado por integrantes dos grupos de escoteiros da região, aconteceram apresentações artísticas dos alunos do projeto Minas Olímpica, da cidade de Pingo D'Água. Lá também foram desenvolvidas oficinas temáticas envolvendo os estudantes das escolas de Revés do Belém, Antônio Dias e Pingo D'Água. Durante a semana, estes alunos participaram de concurso de redação e, durante a Caravana, os melhores colocados receberam uma premiação. Para marcar as atividades realizadas na Ponte Perdida e estimular a consciência ambiental, foram plantadas mudas de árvores nativas.


Foto: divulgação

O gesto concreto a favor da preservação do meio ambiente aconteceu na Cachoeira de Santana, onde os participantes fizeram o recolhimento do lixo acumulado às margens do Rio Doce. O material encontrado, principalmente garrafas pet, foi encaminhado para a usina de reciclagem em Pingo D'Água.

Foto: divulgação
Várias instituições e seguimentos sociais prestigiaram o evento. Um equipe da Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Espírito Santo, acompanhou as atividades, juntamente com integrantes do Corpo de Bombeiros Militar, garantindo a segurança dos envolvidos. O Comandante da 12ª Cia PM Independente de Meio Ambiente e Trânsito, Ten Cel Ronaldo Silva, o Gerente do Parque Estadual do Rio Doce, Vinícius de Assis Moreira, e o Presidente da Rede Ambiental Verde Vida, Júlio Madeira, participaram ativamente de todas as atividades.

Aproximadamente trezentas pessoas estiveram na XI Caravana das Águas, um momento ímpar de interação com a natureza, visualizando de perto as condições do meio ambiente, propiciando uma reflexão sobre o papel de cada cidadão em relação ao uso racional dos recursos hídricos, a proteção ambiental e o desenvolvimento sustentável da humanidade.

Opiniões

“Eventos como a Caravana das Águas promovem à população a oportunidade de manter um contato mais próximo da natureza e, em decorrência, reflexão sobre o seu papel na preservação ambiental e no uso correto dos recursos hídricos.”
Ten Cel Ronaldo Silva – Comandante da 12ª Cia PM Ind MAT

“Para a Rede Ambiental Verde Vida, a sustentabilidade só acontece quando há mudança de hábito na instituição, empresa e na sociedade. Isso significa contribuir para o equilíbrio da natureza que é tão importante para nós. A educação ambiental é repassada de forma a educar, aprender e apreender, identificando os valores dos recursos naturais e da preservação.”
Júlio Madeira – Presidente da Rede Ambiental Verde Vida

“ A Caravana das Águas é uma grande oportunidade para as crianças conhecerem as belezas da Ponte Perdida e da Cachoeira de Santana, sendo a ação de suma importância para a preservação da água.”
Professor Ulysses de Souza Miranda – Coordenador do Projeto Minas Olímpica

“O evento favorece a promoção da educação ambiental das crianças e adolescentes na prática.”
Professora Alcione Aparecida de Oliveira – Escola Estadual Germano Pedro de Souza

“Participar mais uma vez da Caravana das Águas representa mais que apenas uma atividade escoteira, é contribuir para mudança de atitudes com relação à preservação do meio ambiente e os seus recursos não renováveis.”
Hernany Damasceno – Presidente do 6º Grupo Escoteiro Xavante

“ É a primeira vez que participo da atividade e estou muito feliz em ajudar o meio ambiente.”
Lobinho Arthur Estevão Carvalho Ribeiro - Membro da alcateia  do 6º Grupo Escoteiro Xavante

“ A iniciativa é muito louvável e, somente através da conscientização, o meio ambiente será preservado. A Caravana é uma excelente oportunidade para conhecer as riquezas naturais da região.”
Fabiana Gomes – Repórter da Tv Cultura

“O evento destaca a necessidade de preservação da água e a Rede Ambiental Verde Vida tem um relevante papel na disseminação de ações de educação ambiental, focadas, especialmente, no público infantil, capaz de perpetuar atitudes sustentáveis, em busca de um mundo melhor.”
Ana Flávia Loures – Fundação Relictos

 

segunda-feira, 25/03/2013

Maioria das marcas de chocolate não divulga a porcentagem de cacau nos rótulos

Divulgação
Mônica Miranda só come chocolates com percentual acima de 55%: "O problema é que não consigo achar"

O chocolate é o doce queridinho do brasileiro. São 631 mil toneladas consumidas anualmente no país, o que coloca o Brasil como o quarto maior consumidor mundial. E a paixão não para de crescer. Nos últimos três anos, a quantidade ingerida da guloseima saltou de 1,65kg anual por habitante para 2,2kg. Na época da Páscoa, o consumo dispara. No ano passado, 80 milhões de ovos chegaram ao mercado. E a expectativa com a data festiva é tão boa para o segmento que este ano as lojas especializadas esperam vender 18% a mais do que em 2012. No Distrito Federal, a estimativa do comércio é de crescimento de 17,89%.

Mas quantidade não é sinônimo de qualidade, e o aumento de vendas não significa mais atenção com o consumidor. Foi o que mostrou um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). De acordo com a entidade, a maioria das marcas comercializadas no Brasil não informa a porcentagem de cacau nos rótulos e, quando o cliente pede informação à empresa por meio do Serviço de Atendimento (SAC), tem poucas chances de receber a resposta. Foram analisadas 11 marcas de chocolate produzidas no Brasil e seis importadas mais comercializadas no país.

Todas as importadas informam nos rótulos a porcentagem de cacau. Apesar de nem sempre ser uma informação acessível, elas constam na embalagem. O mesmo não ocorre com a produção brasileira. Dos 14 chocolates observados de 11 marcas diferentes, apenas três informam a porcentagem da fruta no doce e todos são da marca Cacau Show.


Após não encontrar no rótulo a porcentagem de cacau, os pesquisadores do Idec pediram a informação via SAC. Somente as marcas Carrefour e o Dia responderam a questão. A Arcor, a Garoto e a Nestlé explicaram, via SAC, que a porcentagem era segredo industrial e que, portanto, não poderia fornecer o dado pedido.
Uai

segunda-feira, 25/03/2013

Detento usa Facebook para pedir dinheiro e cartas para amigos

 

Um detento do presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, estaria utilizando o Facebook para se comunicar com os amigos.

Reprodução/Facebook
Preso desde setembro de 2012, Vanutti Raphael de Araújo Braga, vulgo “Vanutin Trem Bala”, tem mais de 2.500 amigos na rede social e a utiliza para “fortalecer a amizade" e pedir alguns favores, entre eles, que os amigos depositem dinheiro na conta de sua mãe e que enviem cartas para ele.

O rapaz postou o endereço do presídio, o seu número de cadastro no sistema prisional, a ala e a cela onde está detido e ainda divulgou um número de celular, pedindo para que as pessoas trocassem mensagens com ele.

Em seu perfil, “Trem Bala” declara ser “estudioso,  que sua ocupação seria "linha de frente na Al Qaeda", que teria se formado na "Faculdade Criminosa" e na "Universidade Talibã".

A direção do presídio teria informado que caso seja confirmado que as postagens são feitas por "Vanutin", as medidas cabíveis serão tomadas.

segunda-feira, 25/03/2013

Conquista das domésticas vai pesar bolso dos patrões

Dada como certa a aprovação em segundo turno pelo Senado Federal, prevista para ocorrer amanhã, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 66/2012 , conhecida como PEC das Domésticas, que amplia à categoria direitos previstos em lei para outros trabalhadores, deverá mudar as relações de trabalho em boa parte das residências brasileiras. Patrões e empregados estão às voltas com dúvidas sobre como colocar em prática medidas que, devido às especificidades do trabalho doméstico, trarão desafios para serem controlados e conduzidos. O aumento do custo para manter um trabalhador do lar é a maior preocupação dos patrões, principalmente para aqueles que precisam do funcionário para dormir. Levando em conta o salário de R$ 1,5 mil, sem obrigações como INSS e vale-transporte, o aumento para o empregador seria de R$ 620,88, ou 41% a mais. Já incluindo todos os custos, em algumas situações, o peso no orçamento pode aumentar até 33,6%.

Este é o caso das domésticas com salário de R$ 1,5 mil. Antes da aprovação da PEC, o custo mensal, sem provisões, para os empregadores é de R$ 1.846,99. Com a aprovação das novas regras e levando em conta a necessidade de o patrão pagar duas horas-extras diária, o custo sobe para R$ 2.467,87, quase 34% a mais. Para quem não precisa pagar por hora-extra e no caso de a doméstica ter um salário menor – R$ 1 mil –, o peso no bolso é mais suave: 6,96% (veja quadro). Entretanto, em ambos exemplos, a elevação das custos supera a inflação oficial do país (IPCA), que fechou 2012 com alta de 5,84%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para especialistas em direito do trabalho, a PEC representa um avanço na garantia de direitos dos trabalhadores domésticos, mas prevê situações que precisam ser regulamentadas para que não se tornem problemas para ambos os lados. A categoria – que reúne cerca de 7 milhões de brasileiros, dentre eles somente 2 milhões com carteira assinada – passa a ter assegurados 16 benefícios já previstos aos demais trabalhadores brasileiros contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), entre eles o recolhimento obrigatório do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o cumprimento de jornadas de oito horas diárias e 44 horas semanais, e o pagamento de hora-extra e adicional noturno.

A PEC das Domésticas beneficiará qualquer trabalhador contratado para realizar atividades em ambiente residencial, ao menos três dias por semana. Entre esses trabalhadores, há os que residem no local do emprego e outros que dormem de segunda a sexta-feira. Atualmente, a legislação prevê que o trabalho noturno é o realizado entre 22h e 5h. Para advogados, o horário de descanso não deverá ser considerado como adicional noturno, a menos que os trabalhadores sejam solicitados, mas esse controle promete ser uma verdadeira dor de cabeça.

Marcos Castro Baptista de Oliveira, advogado especializado em direito do trabalho, sugere que patrões e empregados passem a anotar os horários referentes à jornada de trabalho, mesmo que essa não seja uma obrigação legal. Além disso, assinar um novo contrato com previsão dos horários e seguí-lo à risca será fundamental. “De qualquer forma, o impacto financeiro será muito grande”, diz. A ideia das anotações é compartilhada pelo também advogado Alexandre de Almeida Gonçalves, especialista em direito empresarial e concorrencial. “Lembra dos caderninhos usados nas antigas mercearias? Patrão e empregado deverão preenchê-lo diariamente com os horários de início e término da jornada. Os dois assinam e essa prova dará mais segurança jurídica a ambos os lados”.

Jurisprudência

Outro ponto específico da atividade doméstica e que pode gerar polêmica é em relação ao horário de almoço. “A pausa terá que ser feita um pouco mais cedo ou mais tarde”, diz a doutora em direito do trabalho Joselita Borba. Para ela, as definições da jornada de trabalho e quem mora na residência dos patrões, vão acabar na Justiça. “Não há como controlar as horas de trabalho desse profissional. A jurisprudência vai ter que lidar com essas questões específicas, ou seja, as decisões judiciais que se repetem e acabam por consolidar uma situação.” O advogado Alexandre Gonçalves lembra que a Lei 11.324/2006 não permite descontar alimentação, itens de higiene, vestuário e moradia dos empregados domésticos.

Com muitas dúvidas sobre as novas regra e três filhos pequenos, a administradora Sherley Inácio Ferreira conta que a sua empregada pediu demissão e, mesmo assim, ela também preferiu dispensar a babá, que cumpre aviso-prévio, e colocar as crianças na escola. Vai esperar até que as novas regras sejam consolidadas para definir se contrata ou não uma diarista. “Estou insegura, sempre procurei fazer tudo certinho, mas não sei como fazer um controle de jornada de trabalho, como comprovar os horários. Prefiro não ter essa dor de cabeça. Acho que só vai compensar manter uma empregada doméstica para quem realmente tem dinheiro.”

Por outro lado, domésticas também estão receosas. A diarista Elaine Jesus diz que não foi contratada como doméstica justamente por causa das novas regras. “Tinha uma pessoa interessada em me contratar como fixa, mas depois que soube da possibilidade de a PEC ser aprovada, voltou atrás.” Já a babá Dina Coelho acredita que a aprovação da PEC pode estimular ainda mais o aumento da informalidade. “Com certeza é justo (a aprovação), mas há o medo de como isso vai ser colocado em prática. Talvez poderia ter uma carga horária mais flexível. Hora extra e adicional noturno são o que vão pegar mais.”


Estado de Minas

segunda-feira, 25/03/2013

Cozinha Brasil chega ao Vale do Aço

De segunda (25) a quarta-feira (27), o Parque Ipanema receberá o Cozinha Brasil

Divulgação
O objetivo do Cozinha Brasil é promover ações de educação alimentar, contribuindo para a qualidade de vida e promoção da saúde da população de baixa renda. Em Ipatinga, as vagas foram preenchidas por representantes de famílias cadastradas no programas assistências do município, como o Bolsa Família do governo federal, os grupos do Movimento de Mulheres de Ipatinga e entidades sociais.

O curso tem a duração de 10 horas, divididas em três dias, com aulas práticas e teóricas nos turnos da manhã, tarde e noite. A proposta é que os participantes atuem como multiplicadores na sua comunidade. Além de aprenderem como aproveitar os alimentos, os alunos receberão diploma e um livro de receitas e dicas sobre educação alimentar.

Mais informações na Secretaria Municipal de Assistência Social, pelo telefone: (31)3829-8065.
.

 

 



Política de Privacidade | Entre em contato
© 2008-2014 plox.com.br Todos os direitos reservados. Primeiro portal de notícias e entretenimento do Vale do Aço