Crie ou Acesse seu email


segunda-feira, 01/04/2013

Carro cai em barranco de 60 metros na BR-116 e deixa dois mortos e três feridos

 Fotos: reprodução/PortalCaparaó

No fim da tarde desse domingo (31), duas pessoas morreram e três ficaram feridas em um acidente no Km 549 da BR-116, próximo ao município de Santa Bárbara do Leste, localizado a cerca de 25 quilômetros de Caratinga.


O motorista de um Fiat Uno teria perdido o controle da direção e o veículo caiu em uma ribanceira de aproximadamente 60 metros.

Geraldo Corrêa e Marlene Maria Corrêa morreram no local. Os outros três ocupantes do Uno, José Miguel de Oliveira, Teodorico Ferreira e uma mulher identificada apenas como Fernanda, foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros de Santa Bárbara do Leste, Caratinga e Manhuaçu, com a ajuda da Polícia Rodoviária Federal.

No feriado de "Sexta-feira da Paixão" (26), 15 pessoas morreram e 16 ficaram feridas em acidentes nas sestradas mineiras. No Km 185 da BR-381, entre Governador Valadares e Periquito, duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas em uma colisão frontal entre um Fiat Palio e uma caminhonete. No Km 46 da BR-262, entre Manhuaçu e Realeza, um acidente envolvendo cinco veículos deixou quatro pessoas feridas. Leia as matérias: 

 Clique na imagem para ler a matéria.
 

 Clique na imagem para ler a matéria.



 

segunda-feira, 01/04/2013

Cruzeiro vence Villa Nova por 4 a 2 e segue na liderança do Mineiro

 

 Foto: Pedro Vilela /Gazeta Press

Na noite desse domingo (31) o Cruzeiro venceu o Villa Nova por 4 a 2 e garantiu sua classificação para as semifinais do Campeonato Mineiro.

A partida, válida pela oitava rodada, foi disputada no estádio Castor Cifuentes em Nova Lima. Com mais uma vitória na competição, a quinta consecutiva, a Raposa permaneceu na liderança, com um ponto a mais que o rival Atlético. Em oito partidas, o Cruzeiro venceu sete e empatou uma.

Apesar do péssimo estado do gramado, os atletas se “adaptaram” e conseguiram desenvolver um bom futebol.

A arbitragem não agradou o técnico cruzeirense Marcelo Oliveira, que foi expulso por reclamações.

Borges abriu o placar aos 13 minutos do primeiro tempo; Léo ampliou a vantagem aos 26 minutos. Tchô descontou para o Villa Nova aos 34 minutos e Eraldo igualou o marcador aos 6 minutos do segundo tempo. Ricardo Goulard marcou o terceiro gol cruzeirense aos 18 minutos e fechou o placar aos 25 minutos.

O atacante Dagoberto levou o terceiro cartão amarelo no torneio e ficará de fora da partida contra o América, que será disputada no domingo (7), a partir 16h, no estádio Mineirão, pela nona rodada.

Marcelo Oliveira destacou a importância da vitória e de terminar a primeira fase do Mineiro na primeira posição. O técnico elogiou a garra e força de seus atletas demonstrada durante a partida e reclamou da arbitragem. “Foi aquilo que a gente esperava. Jogo extremamente difícil, jogo disputado, acirrado, de muitas faltas, um juiz mais novo, pouco rodado e que saiu distribuindo muitos cartões no início do jogo, principalmente para o Cruzeiro”, disse.

“Gostei da vitória e principalmente do espírito de jogo e da reação. Nós não nos desesperamos diante do resultado e soubemos buscar a vitória. Tem que ter esse equilíbrio, completou Marcelo.

Leandro Guerreiro destacou que o time precisa ficar atento para não tomar gols e que a vitória foi importante para manter a liderança e a vantagem na próxima fase do campeonato. “Jogo muito difícil e resultado importante. Somos os únicos invictos. Não podemos tomar dois gols, mas temos que ressaltar a vitória que foi importante para mantermos a primeira colocação e termos vantagens nas fases decisivas”, disse o volante.

“O Villa vem fazendo uma grande campanha,era um dos times até então invictos na competição, junto conosco, melhor defesa e a gente tinha consciência que tinha que trabalhar bastante. A superação e o espírito do grupo fez com que a gente tivesse tranquilidade em um momento muito difícil para ir em busca mais uma vez do resultado”, ressaltou o atacante Borges, que tem quatro gols no Mineiro.

segunda-feira, 01/04/2013

Galo goleia Tupi por 4 a 1 e garante vaga nas semifinais do Mineiro

 Foto: divulgação/CAM


Na tarde desse domingo (31) a torcida atleticana viu os comandados de Cuca vencerem a 11ª partida consecutiva na temporada 2013. O Galo, que não perde como mandante a mais de 40 partidas, goleou o Tupi por 4 a 1, no estádio Independência, pela oitava rodada do Campeonato Mineiro, e garantiu vaga nas semifinais do torneio.

O zagueiro e capitão Réver abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo); Jô ampliou a vantagem aos 25 minutos; o estreante Josué balançou as redes aos 13 minutos do segundo tempo e Ronaldinho Gaúcho fechou a goleada aos 18 minutos. O Tupi descontou com o gol de Alonso, aos 43 minutos.

Ronaldinho voltou ao time após ser poupado contra o Nacional. R10 balançou a rede e homenageou o ex-jogador Lela, pai dos companheiros de equipe Alecsandro e Richarlyson.

Foto: divulgação/CAM
A torcida alvinegra gritou novamente das arquibancadas “caiu no Horto tá morto!”, em referência aos resultados positivos desde a reinauguração do Independência, localizado no bairro Horto em Belo Horizonte.  O Atlético não perde jogando no estádio desde maio de 2012.

Bernard saiu de campo com uma lesão no ombro esquerdo e não participará da partida contra o Arsenal de Sarandi (Argentina), na quarta-feira (3), válida pela quinta rodada da Taça Libertadores. O Galo é o time com melhor campanha na competição e já garantiu vaga nas oitavas de final.

O Galo tem 21 pontos na tabela do Mineiro, um a menos que o líder Cruzeiro.

O técnico Cuca exaltou o empenho dos atleticanos e afirmou estar satisfeito com o que a equipe tem produzido em campo. “Fizemos um grande jogo. Jogamos muito bem e criamos muitas oportunidades. Foi um jogo leve, bem jogado, e o torcedor que viu ficou muito satisfeito com a qualidade apresentada. Foi um jogo bonito porque o Tupi também veio para jogar. No geral, saio muito satisfeito com a produção da equipe”, declarou o treinador.

Cuca lamentou a ausência de Bernard no jogo contra os argentinos nesta quarta-feira e espera que o garoto se recupere logo. “A perda do Bernard é lamentável e vamos ficar na torcida para que ele volte rápido. Vai nos fazer muita falta, mas ele é forte, guerreiro e, daqui a pouco, estará de volta”, disse.

domingo, 31/03/2013

Jovem que se formaria nesta semana é morto a tiros enquanto trabalhava

Foto: arquivo familiar

 

A morte de um jovem a tiros, de 24 anos, que trabalhava no restaurante de sua mãe, comoveu amigos e familiares neste domingo (31).
 

Segundo relatos de testemunhas à Polícia Militar (PM), Rafael Ruback estava a trabalho, de madrugada, no Restaurante e Pizzaria Mânera Mineira,  localizado na Praça João XXIII, esquina com a Rua Presidente Carlos Luz, em Leopoldina, quando um cliente começou a discutir com funcionários. O homem sacou uma arma e atirou em Rafael Ruback, que foi atingido no rosto.

Restaurante da família, onde o jovem estava trabalhando. Foto: Googlemaps

Segundo a Polícia, o suspeito tem 30 anos de idade, se chama Wanderlei José do Nascimento. Após ter bebido, ele não concordou em pagar R$10 reais referentes a duas cervejas e começou a discutir com Rafael, que estava no caixa do estabelecimento.


O jovem foi socorrido e levado para a Casa de Caridade Leopoldinense, mas chegou sem vida ao hospital.

A mãe do jovem, amigos e demais familiares estão inconsoláveis. Ele concluiu o curso de Direito e preparava para a festa de formatura, marcada para o próximo sábado, 6 de abril.

Segundo a PM, após tentar contra a vida do jovem, o autor tentou fugir e foi perseguido por um dos funcionários do restaurante. Ao serem informados das características do suspeito, os policiais cercaram e prenderam o autor. Ele tentou fugir pulando a grade do Fórum da cidade e tentou atirar nos policiais.

Clique para ver o vídeo/ Imagens Youtube

O homem, após ser detidos, foi conduzido para a 17ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Leopoldina.

 

Publicidade:

Clique para saber mais

 

Clique para concorrer!

 

domingo, 31/03/2013

Adeptos da Umbanda e Candomblé protestam contra Marco Feliciano em Brasília

Manifestantes penduraram na tarde desse sábado  (30), em frente ao Congresso Nacional, um boneco do deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, representando a tradicional malhação de Judas.

O boneco foi confeccionado pela Federação de Umbanda e Candomblé do Distrito Federal e da região do Entorno de Brasília. Ele carregava cartazes com dizeres contra a "intolerância religiosa, racial e sexista", além de cópias de cédulas de real e de cartões de crédito nas mãos.

Em seu perfil em uma rede social, Luiz Alves, um dos organizadores do protesto, disse que a malhação de Judas é manifestação cultural brasileira e que também é usada para “mostrar o descontentamento com os políticos”.

Alves disse ainda que a intenção não é promover a violência contra Feliciano, "mas sim um repúdio às suas posições em relação aos negros, afrorreligiosos e homossexuais.

Marco Feliciano também foi lembrado como Judas pelos moradores da Vila Planalto, bairro de Brasília próximo à Esplanada dos Ministérios.

 

AB.

 

domingo, 31/03/2013

Volta para casa é tranquila nos aeroportos de todo o país

 

O movimento é tranquilos nos principais aeroportos do país neste domingo (31), na volta para casa após o feriadão da Páscoa. Segundo informações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), apenas 5,9% dos voos previstos para até o meio-dia foram cancelados.

O número de atrasos também está dentro da normalidade, com 2,5% das decolagens saindo fora do horário previsto. Guarulhos, em São Paulo,  foi o aeroporto com maior número absoluto de voos atrasados, com cinco aeronaves partindo depois do previsto. Já o aeroporto de Campo Grande foi o que teve mais atrasos proporcionais ao número de voos programados, com 15% de decolagens depois do horário.

No período da manhã, o aeroporto de Brasília registrou quatro voos atrasados e cinco cancelados. Em outros terminais de grande movimento, como Congonhas, em São Paulo, e Galeão, no Rio de Janeiro, a volta para casa também ocorre sem grandes problemas. Foram registrados quatro cancelamentos em São Paulo e cinco no Rio de Janeiro, sendo que o Galeão também registrou um voo atrasado.

Segundo a Infraero, em todo o país estava prevista a saída de 797 voos até o meio-dia de hoje. Desses, 47 foram cancelados (5,9%) e 20 (2,5%) atrasaram.

AB.

sábado, 30/03/2013

Para receber dinheiro e material didático, escolas públicas devem recadastrar até 30 de abril


Marcello Casal Jr/Agência Brasi

Programa Mais Educação teve início em 2008, com a adesão de 1.380 escolas públicas

As 32 mil escolas públicas que já participam do Programa Mais Educação têm até 30 de abril para fazer o recadastramento via internet na página do Sistema de Informações Integradas de Planejamento, Orçamento e Finanças (Simec) do Ministério da Educação. Sem o novo cadastro, as escolas deixarão de receber recursos financeiros e material didático de apoio para a educação integral, que amplia a jornada escolar para 35 horas semanais. As informações são da Agência Brasil.

O prazo para que as escolas pré-selecionadas para o programa façam o cadastramento, na mesma página, termina amanhã. De acordo com o ministério, a meta é chegar até o final deste ano com 45 mil escolas públicas, situadas em regiões de vulnerabilidade social.

O Mais Educação trará, de acordo com o MEC, novidades para este ano letivo. As atividades de cultura, lazer e de esporte foram agrupadas em um eixo comum, chamado de orientação de estudos e de leitura. Além disso, universitários, preferencialmente do curso de pedagogia, atuarão como monitores para acompanhar os alunos do Mais Educação.

O programa garante aos estudantes do primeiro ao nono ano das escolas públicas participar de atividades no turno oposto ao que está em sala de aula, além de reforço escolar. As atividades ofertadas são voltadas para: meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, comunicação, educação científica e educação econômica.

As instituições foram escolhidas por terem a maioria dos alunos atendida pelo Programa Bolsa Família, do governo federal, assim como unidades com Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) maior que 3,5 pontos e menor que 4,6 nos anos iniciais e entre 3,9 e 4,6 pontos nos anos finais do ensino fundamental. Também foram contempladas todas as escolas com menos de 3,5 pontos no Ideb.

O Mais Educação teve início em 2008, com a adesão de 1.380 escolas públicas. Atualmente, já está presente em 32 mil unidades de ensino, incluindo quase 10 mil escolas do campo.
Agência Brasil
 

sábado, 30/03/2013

Crimes da ditadura geram 170 inquéritos em todo o Brasil


Lucas Prates/Hoje em Dia
Assessora da Comissão da Verdade, Heloísa Starling, diz que relatório do MPF dá transparência

Relatório preliminar divulgado pelo Ministério Público Federal (MPF) revela a instauração de 170 investigações criminais em todo o país, nos últimos dois anos, para apurar crimes de agentes do Estado contra os direitos humanos durante o regime militar no Brasil, ocorrido entre os anos de 1964 e 1985.

Desse total, quatro investigações geraram ações penais que já foram ajuizadas para punir os responsáveis. O balanço foi elaborado pelo Grupo de Trabalho Justiça de Transição, criado em novembro de 2011 pela Segunda Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, com atuação criminal e de controle externo da atividade policial, finalizado em janeiro deste ano.

A coordenação do trabalho é da sub-procuradora da República, Raquel Dodge, e pretende fornecer “apoio jurídico e operacional” aos procuradores para investigar e processar casos de violação de direitos humanos na ditadura.

As apurações referem-se a crimes de sequestro, homicídio e ocultação de cadáver e lesão corporal ou tortura cometidos, segundo o relatório do MPF, em um “contexto de ataque sistemático e generalizado contra a população civil”.

Ações

Entre as ações em andamento na Justiça consta uma sobre o major Sebastião Curió Rodrigues de Moura, acusado de ter sequestrado Maria Célia Corrêa, Hélio Luiz Navarro, Daniel Ribeiro Callado, Antônio de Pádua e Telma Regina Cordeira, durante a Guerrilha do Araguaia, no Pará, nos anos 1960. Conforme publicado pelo Hoje em Dia nos últimos dias 18 e 21 de março, as atividades do major Curió como repressor começaram em São Sebastião do Paraíso, Sul de Minas, em 1951. Ainda sargento do Exército, Sebastião Rodrigues prendeu 11 pessoas que tinham simpatia pelo ex-presidente João Goulart. Com base na repor/Hoje em Diaagem, o MPF em Minas Gerais, na pessoa da procuradora regional do Direito do Cidadão, Silmara Cristina Goulart, recebeu representação para apurar os crimes cometidos por ele.

Outra denúncia citada no relatório do MPF foi recebida em Marabá, no Pará, contra o major do Exército Lício Augusto Maciel, acusado de sequestrar militantes contrários à ditadura, como Divino Ferreira, também na Guerrilha do Araguaia.

Mais dois processos na Procuradoria Geral de São Paulo são contra o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, acusado de ter sequestrado Aluízio Palhano no Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI) do II Exército e Edgar de Aquino no DOI-CODI e no Departamento Estadual de Ordem Política e Social (DEOPS) de São Paulo.

Hoje em Dia
 

sábado, 30/03/2013

Dilma já admite subir taxa de retorno de investimentos em infraestrutura

Foto: divulgação
A pedido de empresários, o governo Dilma Rousseff admite rediscutir a taxa interna de retorno dos investimentos nos programas de concessão de rodovias e ferrovias ao setor privado, de 5,5% e 6,5%, respectivamente.

"Se sentirmos que isso [mudar a taxa de retorno] é importante para melhorar a competitividade, vamos fazer", afirmou à Folha o presidente da EPL (Empresa de Projetos e Logística), Bernardo Figueiredo.

Ele informou que o Ministério da Fazenda está refazendo os cálculos para checar se é possível mudar as taxas, mas adiantou que ainda não há uma decisão final.

A ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) confirmou também que o tema está sendo rediscutido pelo governo.

"Não somos intransigentes, vamos analisar os pedidos, mas posso garantir que ninguém vai perder dinheiro investindo no Brasil."

Até então, o governo não admitia renegociar a taxa de retorno dos projetos, a chamada TIR, sob o argumento de que já havia melhorado as condições de financiamento dos projetos e refeito as projeções de tráfego nas rodovias e crescimento econômico.

Tais mudanças só vieram depois que o governo foi obrigado a cancelar dois leilões de rodovias em janeiro porque os empresários decidiram não participar do processo por avaliar que as condições não eram atrativas.

As alterações deram aos empresários condições para melhorar a taxa de retorno, como prazos mais longos de pagamento de financiamentos e aumento no período das concessões, a chamada taxa de retorno alavancada. Segundo o governo, nas rodovias ela pode ficar entre 9% a 15% ao ano.

Os empresários, contudo, afirmam que essas melhorias de financiamento e projeções não afastam os riscos dos projetos, que são de responsabilidade do setor privado, e voltaram a pressionar para elevar a taxa interna de retorno, que dá maior garantia de recuperação do investimento.

IDEOLOGIA

Segundo um empresário, a taxa deveria ser elevada em ao menos um ponto percentual, para 6,5% ano no caso das rodovias. Lembra, porém, que as resistências partem exatamente da Fazenda, que está refazendo os cálculos.

"Parece algo ideológico, de que empresário quer lucrar de forma exorbitante. Não é isso, veja o que aconteceu com o cancelamento dos leilões de janeiro", diz ele, que pediu que não fosse identificado.

Segundo Figueiredo, o governo está discutindo com os empresários as sugestões feitas na consulta pública, incluindo a mudança na taxa de retorno, para fechar o edital a ser encaminhado ao TCU no início de abril.

O cronograma original prevê a divulgação do edital de licitação em maio e a realização do leilão de sete lotes de concessões em julho.

O governo está preocupado em garantir a participação do setor privado, daí a mudança no tom do discurso.

"Vamos soltar os projetos com as condições para que todos participem, inclusive os menos competitivos. Depois, o mercado regula isso no leilão. Não vamos brigar com o mercado", afirmou Figueiredo.

O presidente da EPL diz que os empresários têm de reconhecer que estão ganhando condições de financiamento que podem chegar a 80% do investimento, a baixas taxas de juros.

"Taxa de retorno de 14%, 15%, é coisa do passado, quando tínhamos taxas de juros elevadas no país. Hoje, a taxa livre de risco, que já foi superior a 10%, está em 2%."
Folha

sábado, 30/03/2013

Entrega do IR até domingo permite débito em conta na 1ª cota

O contribuinte que tiver imposto a pagar após a entrega da declaração do Imposto de Renda (IR) e desejar quitá-lo em parcelas via débito automático em conta-corrente desde a primeira cota tem de entregar a declaração, pela internet, até o próximo domingo, dia 31 deste mês.

Esse prazo também tem de ser observado no caso de pagamento em cota única e de declaração retificadora.

Quem entregar entre 1º e 30 de abril só poderá optar pelo débito automático da segunda cota em diante.
 

sábado, 30/03/2013

Saiba o que avaliar na hora de decidir por empregada ou diarista

Gasto com diarista pode ser mais baixo, mas atribuições são diferentes.
Especialista diz que, além de encargos, PEC traz 'custos invisíveis'.

Diante das mudanças trazidas com a aprovação da PEC das Domésticas – que iguala os direitos dos trabalhadores domésticos aos dos demais trabalhadores urbanos e rurais, com benefícios como hora-extra e FGTS – alguns empregadores cogitam a possibilidade de demitir seu funcionário para substituí-lo por uma diarista.

Tomar esta decisão, no entanto, vai além do cálculo meramente matemático, destacam especialistas consultados pelo G1. “Vai depender muito da estrutura da casa. Casais sem filhos, ou com filhos grandes, ou ainda uma casa em que, apesar de haver filhos pequenos, a mulher não trabalha fora, a troca pode valer a pena”, diz Cláudia Moreira, proprietária da agência Elite Brasil, especializada no recrutamento de profissionais do lar que atua há oito anos em São Paulo.

Veja algumas variáveis importantes na hora de decidir:

Salário

Antônio Vicente da Graça, diretor da AVG Assessoria Empresarial e colaborador da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) faz uma simulação a pedido da reportagem.

Partindo de um exemplo em que a empregada doméstica ganhe um salário mínimo nacional e meio por mês, o equivalente a R$ 1.017. “Fazendo os efeitos mensais, das verbas anuais, este valor sobe para R$ 1.570 – incluindo encargos, mais efeito da PEC só sobre FGTS”, explica o consultor. Se esta mesma funcionária fizer uma hora extra por dia, cinco vezes na semana, o valor sobe para aproximadamente R$ 1.747, já com vale-transporte incluído.

Além do salário mensal, o empregador vai pagar mais 12% de INSS patronal e 8% de FGTS. Para calcular a hora-extra, é preciso dividir o valor do salário bruto por 220. Sobre o valor encontrado deve ser somado mais 50% deste valor.

“Uma empregada que receba R$ 1.200, eu divido este valor por 220 e chego a R$ 5,45. Ao somar os 50% de hora-extra, o valor sobe para R$ 8,18, que é o custo de cada hora-extra desta funcionária em questão”, explica Welinton Mota, diretor tributário da Confirp Consultoria Contábil.

As horas-extras também vão refletir no valor das férias e do 13º salário. “O patrão precisa pegar o total em reais de horas recebidas no ano, dividir por 12 e, ao final, obter a média mensal. Este valor que encontrou vai ter que ser adicionado às férias e ao 13º salário.”

Supondo que o custo médio de uma diarista seja de cerca de R$ 100, mais R$ 10 de transporte, se o empregador contratar os serviços duas vezes na semana terá um gasto mensal aproximado de R$ 880.

“Essa profissional não tem direito a férias, 13º salário, hora-extra, ela é autônoma”, lembra Cláudia.

Burocracia

Para ter uma empregada doméstica legalizada é preciso assinar a Carteira de Trabalho da funcionária, incluindo o nome do empregador, endereço, CPF, tipo de local onde o trabalhador atuará e a função que exercerá. Somente a partir desse registro que o empregado poderá se inscrever no Instituto Nacional de Previdência Social (INSS). Os especialistas também orientam a elaborar um contrato de trabalho.

Com relação às diaristas, o indicado é que o empregador peça à trabalhadora que assine um recibo em que consta o pagamento do dia de trabalho. “Assinou o recibo, perdeu completamente o vínculo”, diz Gilvane Silva, diretor da agência de empregos Humaitá.

Horário

A PEC das Domésticas limitou a carga de trabalho dessas profissionais a oito horas diárias. O que exceder este horário deverá ser remunerado com o pagamento de hora-extra.

Com relação às diaristas, embora não haja regulamentação para a categoria, Cláudia diz que eles convencionaram trabalhar, no máximo, oito horas por dia. “Elas não trabalham mais que isso.”

Domingos e feriados

Como qualquer trabalhador celetista, as domésticas têm direito a uma folga semanal remunerada e em feriados. Se ela trabalhar, deverá ser remunerada. O pagamento equivale ao valor de um dia de trabalho, acrescido de 50%.

No caso da diarista, se o empregador quiser contratar a funcionária num dia de feriado ou em um domingo, por exemplo, vai pagar o valor habitual da diária – desde que ela tenha disponibilidade e interesse em trabalhar no dia solicitado.

“É uma profissional autônoma, ganham mais. Não tem um raciocínio de direitos. O negócio delas é o hoje. ‘Vou ganhar R$ 500 por semana. Se quiser trabalhar aos sábados, vou ganhar R$ 600’. Não estão preocupadas com férias, 13.º, direitos. Tiram R$ 2 mil por mês com facilidade, se quiserem”, diz Cláudia.

Relação

A relação com a funcionária também é diferente, dependendo da profissional. “A doméstica faz parte da sua vida, sabe o que tem na sua gaveta, na sua despensa. A diarista tem outro perfil. Chega para fazer o trabalho dela e vai embora. É uma pessoa mais prática. Não está ali para te mimar”, detalha a proprietária da Elite Brasil.

Outras variáveis

Antônio da Graça lembra que, no caso da empregada doméstica, existem ainda o que ele chama de “compromissos da burocracia”. “O patrão vai ter que fornecer, por exemplo, informe de rendimentos. Nem toda família está apta a fazer isso. A PEC não fala dessas coisas, que são os custos invisíveis, que não estamos mensurando aqui. As famílias vão ter que ter um contador para fazer, por exemplo, e é mais uma despesa.”

Quanto à opção pela diarista, Welinton Mota, da Confirp, faz um alerta, dizendo que a lei trabalhista é de interpretações conflitantes. “A habitualidade não se conta por dia da semana, se conta por mês. Há juízes que entendem que duas vezes na semana não constitui vínculo, e há outros que podem interpretar que sim. Portanto, não podemos descartar este risco, ainda que pequeno.”

“A família pode precisar de uma empregada e ter um determinado ritmo de vida. Se chegar num momento em que aquilo fique além das suas posses, não vai se endividar. Portanto, vai ter que se adequar, mudar os hábitos familiares”, opina Graça, da AVG.

Para além das contas, ele sugere que vivemos hoje um processo de “deseducação” e que as mudanças podem trazer alterações benéficas. “Vou sacrificar minha família financeiramente se ficar com a empregada? Então, vou demitir e colocar todo mundo para trabalhar”, diz, referindo-se a pessoas que hoje nem sequer tiram o próprio prato da mesa após uma refeição.

sábado, 30/03/2013

Nutricionista destaca vitaminas para o bom funcionamento do corpo

Entre os destaques está a vitamina A, responsável pela pele e cabelos.
Vitamina C, segundo Karin, pode ser encontrada também em verduras.


Foto: divulgação
Em série sobre vitaminas, a nutricionista Karin Honorato apresenta alguns nutrientes essências para o bom funcionamento do corpo humano. Na coluna deste sábado (30), ela destaca alguns alimentos que são ricos em vitaminas.

Entre os destaques apresentados por Karin, está a vitamina A, responsável pela beleza da pele e dos cabelos. “O sintoma mais conhecido como deficiência da vitamina A é a dificuldade de enxergar a noite, conhecida como cegueira noturna”, diz a nutricionista. Segundo ela, alimentos de coloração laranja, como cenoura, mamão e abóbora, são ricos em vitamina A.

Divulgação

“A vitamina C é aquela conhecida pelas pessoas como a vitamina que protege de gripes e resfriados”. Mas, segundo Karin Honorato, essa vitamina não se reduz somente a esta função. A vitamina C é importante para proteger as células do envelhecimento precoce. Além dos alimentos, cítricos como laranja e limão, as verduras escuras também são fontes de vitamina C.

Divulgação

Para ser absorvida, a vitamina D, segundo a nutricionista, precisa da exposição do corpo ao sol. Esta é uma vitamina importante para a formação dos ossos e para a imunidade. Outra boa fonte de vitamina D é o óleo de fígado de bacalhau.

Divulgação

Castanha, amêndoas, avelã, amendoim e semente de girassol. Todos esses alimentos são excelentes fontes de vitamina E, que protege a membrana das células, e ajuda a prevenir o envelhecimento precoce.

Segundo a nutricionista Karin Honorato, a deficiência desses nutrientes é comum. Portanto, de acordo com ela, a melhor maneira de suprir essa carência é consumido regularmente os alimentos indicados.
G1

sábado, 30/03/2013

Cão é flagrado passeando no cesto da bicicleta do dono

Animal brincava com um pedaço de madeira em Berlim.

Cena foi flagrada pelo fotógrafo Rainer Jensen.

Um cãozinho foi flagrado passeando no cesto da bicicleta do dono neste sábado (30) em Berlim, capital da Alemanha (Foto: Rainer Jensen/AFP)

O animal estava brincando com um pedaço de madeira (Foto: Rainer Jensen/AFP)

sábado, 30/03/2013

Mega-Sena deve pagar R$ 2,5 milhões

Aposta mínima é de R$ 2 e pode ser feita em qualquer lotérica do país.

Com o prêmio é possível ter rendimento de R$ 10 mil por mês na poupança.

O concurso 1.481 da Mega-Sena, que será sorteado na noite deste sábado (30), véspera do domingo de Páscoa, tem prêmio estimado em R$ 2,5 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília). Com o prêmio é possível lucrar mensalmente R$ 10 mil, caso o valor seja aplicado na poupança, diz a Caixa. O acertador ainda poderá com o valor do prêmio comprar 12 imóveis de R$ 200 mil cada ou comprar 100 carros populares.

A aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 2 e pode ser feita em qualquer lotérica até as 19h.

Na quarta-feira (27), uma aposta de Teresópolis (RJ) acertou as seis dezenas do concurso 1.480. O prêmio pago foi de R$ 31.618.202,79.


 

sábado, 30/03/2013

Franquias descobrem terreno fértil para crescer em Minas

Bob´s, Up Time e Mundo Verde são exemplos de expansão em BH e interior


FOTO: MUNDO VERDE/DIVULGAÇÃO
Oportunidade. Marcos Leite, diretor de expansão da Mundo Verde, diz que mercado em MG já foi mapeado

Neste ano, a rede de fast food Bob’s vai aumentar em pelo menos 50% o número de pontos de vendas na Grande Belo Horizonte. A Up Time, franquia de cursos de inglês, vai dobrar o número de unidades em Belo Horizonte, além de expandir para o interior do Estado. A Mundo Verde, especializada em produtos naturais, pretende passar das atuais duas unidades na capital para dez pontos de venda até o final de 2014. Essas empresas são exemplos da força que Minas Gerais vem ganhando no franchising nacional.

Em 2012, o setor cresceu 18% no Estado, acima da média nacional, que foi de 16,2%. Para este ano, a expectativa é repetir o desempenho. A Up Time, maior franqueadora do Estado na área de educação, pretende crescer 20% na combinação entre número de unidades e faturamento em 2013. "Vamos repetir a média dos últimos dez anos", afirma o proprietário da franquia, Sérgio Monteiro.

Um dos diferenciais da marca é garantir, com documento registrado em cartório, a aprendizagem de inglês fluente em 12 meses. Esse deve ser um diferencial para quem procura aprender o idioma a tempo da Copa do Mundo, por exemplo. "As pessoas vão procurar quem atender com mais velocidade e mais eficácia", acredita Monteiro.

Outro ponto a favor é a flexibilidade de turmas e horários. As turmas podem ser iniciadas em qualquer dia do ano e têm de um a oito alunos.

Já a Mundo Verde vai basear sua expansão no interesse da população de Belo Horizonte por produtos orgânicos. Apesar da presença pequena da rede na cidade, o público belo-horizontino é o terceiro que mais acessa o site, atrás apenas de paulistas e cariocas. "É um bom termômetro", diz o diretor de expansão, Marcos Leite.

Ele diz que o mercado do Estado já está mapeado e mostra muitas oportunidades também no interior. Ipatinga, no Vale do Aço, Montes Claros, no Norte, e Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, são apontados como mercados potenciais.
O Tempo
 



Política de Privacidade | Entre em contato
© 2008-2014 plox.com.br Todos os direitos reservados. Primeiro portal de notícias e entretenimento do Vale do Aço