carros

Crie ou Acesse seu email


terça-feira, 18/12/2012

Economia: Débito não autorizado é reclamação nº 1 contra bancos

O Banco Central (BC) informou nesta segunda-feira que foram registradas 1 382 reclamações contra bancos em novembro. Débitos não autorizados lideraram o ranking do mês passado, com 217 reclamações.

A cobrança irregular de tarifas ficou em segundo lugar (172), seguida por prestação do serviço de conta-salário de forma irregular (167). No mês de outubro foram registradas 1 478 reclamações no total e, em setembro, 1 231.

Entre os bancos com mais de um milhão de clientes, o Banrisul aparece com o maior índice de reclamações (1,05), seguido por Banco do Brasil (1,04), Bradesco (0,91), Itaú (0,82) e HSBC (0,57). O índice considera o número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100 000.

terça-feira, 18/12/2012

Crime: morte violenta em Minas vitima mais os homens jovens

Do total, 68,4% foram por causas externas; tráfico e batidas são líderes

Arquivo Plox



Causas. Polícia culpa o tráfico, e especialistas afirmam que faltam políticas públicas para conter violência

Mais de 80% dos mineiros mortos entre 20 e 24 anos são homens. E, em grande parte dos casos, esses jovens foram vítimas de mortes violentas. Levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que, em 2011, o Estado contabilizou 2.095 óbitos nesta faixa etária. Do total, 1.709 (81,6%) eram homens, e 1.434 (68,4%) deles morreram em circunstâncias violentas. A Polícia Militar (PM) atribui os altos percentuais ao tráfico de drogas, e os especialistas dizem que faltam políticas públicas para combater os crimes.

O major Gilmar Luciano Santos, assessor de imprensa da polícia, afirmou que muitas dessas mortes estão ligadas à disputa por pontos de vendas e também a dívidas com drogas. "Geralmente, são homens que estão envolvidos com o tráfico. É mais raro ter mulheres nesse crime".

Para o especialista em segurança pública e membro do Núcleo de Violência da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) Robson Sávio, a falha é do Estado. "Nós já sabemos que a causa dessas mortes é o tráfico de drogas, porém, faltam trabalhos de prevenção, que precisam passar pela educação e pela qualidade de vida. Não adianta só reprimir. Assim, esse número vai aumentar ano a ano", argumentou.

A triste perspectiva do especialista já pode ser observada no crescimento do número de mortes de homens e, também, por causas violentas. Em 2003, dos 2.757 óbitos dessa faixa etária, 2.191 (79,5%) foram de homens, dois pontos percentuais a menos que o registrado em 2011. As mortes por causas violentas também tiveram aumento, já que representavam 65,5% em 2003, quase três pontos percentuais a menos que em 2011.

O filho da arquiteta Lúcia Malta, 56, faz parte dessa estatística. Aos 22 anos, ele foi assassinado por causa de uma dívida com drogas. "Ele começou a fumar muita maconha, perdeu o emprego, e resolvi não dar mais dinheiro para ele, pois queria tirá-lo do mundo das drogas. Hoje, ficou uma dor enorme por tê-lo perdido por causa de dívidas. Às vezes, me arrependo de não ter dado o dinheiro para ele mais essa vez", disse.

Acidentes. Além das mortes por causa do tráfico de drogas, Luciene Longo, demógrafa do IBGE, explica que os acidentes de trânsito também aparecem com frequência como causa para as perdas de vidas entre os jovens. "As batidas também causam essas mortes violentas, porém, elas parecem representar menos que os óbitos por crimes", afirmou.

O especialista em segurança no trânsito Leandro Barbosa disse que os homens também aparecem com destaque nesta estatística porque o sexo masculino tem mais propensão a misturar bebida e direção e, assim, causar acidentes com mortes. "Os homens têm um espírito mais aventureiro e são mais corajosos que as mulheres e, por isso, a chance de eles beberem, dirigirem e se tornarem a própria vítima de um acidente é maior que a de mulheres".

Uma dona de casa de 46 anos, que preferiu não ter o nome revelado, perdeu o sobrinho de 23 anos dessa forma. "Ele sempre bebia e dirigia. Um dia, ele bateu em um outro carro e morreu. Ele ainda matou dois jovens que estavam com ele", contou.

 



Números



Mulheres são vítimas de passionais

O crime passional é a principal causa das mortes de mulheres entre 20 e 24 anos. Dos 2.095 mortos no Estado nessa faixa etária em 2011, 18,4% eram do sexo feminino. A conclusão é de especialistas, já que o IBGE não divulgou o percentual de mortes por causas violentas entre mulheres.

"É claro que algumas dessas mulheres podem ter tido uma morte por alguma doença ou outra causa, mas é fato que muitas delas são vítimas de ciúmes dos companheiros", disse o especialista em segurança pública Marcos Andrade Lopes. (NO)
 

terça-feira, 18/12/2012

Violência: prevenção não atinge metas

Recursos investidos em segurança são reduzidos; índice de crimes continua alto

FOTO: MARIELA GUIMARÃES



Implantação. Agente penitenciário demonstra como tornozeleiras eletrônicas são colocadas

Enquanto o número de assassinatos em todo o Estado de Minas Gerais permanece em torno de dez casos por dia, programas de prevenção à violência enfraquecem, de acordo com balanço divulgado ontem pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Os atendimentos do programa Fica Vivo! - que oferece atividades para jovens de 12 a 24 anos em áreas com alto índice de criminalidade - apresentaram diminuição de 15,6%. A média mensal foi de 12.350 participantes neste ano, contra 14.638 em janeiro de 2010, quando o projeto atingiu o ápice.

O resultado deste ano também está aquém da meta traçada pelo Instituto Elo - parceiro do Estado no programa - no início de 2012, que era de 14 mil atendimentos por mês. "Hoje, os homicídios juvenis respondem por mais de 60% das ocorrências. O foco precisa ser o jovem, mas o governo vem sendo incoerente em suas metas", avaliou o especialista em segurança pública Robson Sávio. Ele se refere à promessa do governador do Estado, Antonio Anastasia, no início de seu mandato, de criar cem núcleos do Fica Vivo! até 2014 em Minas. Atualmente, existem apenas 29 unidades.

Dados do governo mostram ainda que os investimentos no Fica Vivo! vêm diminuindo desde 2011, quando o orçamento do programa foi de R$ 11,5 milhões, contra R$ 13,6 milhões em 2010, uma queda de 15%. No início de 2012, o governo prometia R$ 15,5 milhões para o programa. O valor aplicado não foi informado.

Sávio disse que, com o foco das ações em poucas áreas, a violência migra para pontos onde os programas de prevenção não estão presentes, a exemplo da cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata. "As gangues começam a atuar em locais que antes tinham baixos índices de criminalidade, o que leva a brigas entre facções e mortes", afirmou.

O secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, alegou que haverá uma retomada mais vigorosa do programa agora. "Estamos com 12 novos núcleos em implantação, três para o começo do ano, nos bairros Vila Pinho e Primeiro de Maio (nas regiões do Barreiro e Norte da capital, respectivamente), e no bairro Ressaca, em Contagem", disse.

Mediação. Outro programa em baixa é o Mediação de Conflitos, que atende a vários tipos de problema nos aglomerados, como os familiares e de convivência entre jovens. Em 2012, houve 20 mil atendimentos jurídico-sociais, índice inferior à meta traçada em 2011, que era de 20,2 mil. O programa tem 36 núcleos no Estado.


Vigilância

Estado começa a implantar tornozeleira

O governo do Estado implantou ontem as seis primeiras tornozeleiras que vão monitorar presos 24 horas. A expectativa da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) é que 50 detentos comecem a usar o equipamento até o fim deste ano e 814 o recebam em até 12 meses. Em cinco anos, a ideia é ter 3.982 tornozeleiras usadas em Minas - 10% delas em detentos enquadrados na Lei Maria da Penha.

De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), a implantação dos equipamentos pode desafogar o sistema prisional. "A tornozeleira exonera o Estado de acautelamento de grande número de indivíduos", justificou o secretário, Rômulo Ferraz.
Com O Tempo

terça-feira, 18/12/2012

Candidatos eleitos de Santana do Paraíso são diplomados



Na tarde dessa segunda-feira (17) os candidatos eleitos e suplentes de Santana do Paraíso foram diplomados, em solenidade realizada na Sala do Júri do Fórum de Ipatinga.


Carlos Roberto de Faria, juiz eleitoral da 130ª Zona Eleitoral, presidiu e realizou a entrega dos certificados ao prefeito eleito Zizinho (PT), ao seu vice Jamil Barbosa (PSL), aos 11 vereadores eleitos e aos suplentes.





Em um breve discurso, Zizinho afirmou que seu mandato deseja fortalecer ainda mais o processo democrático com a participação da população no planejamento do governo, para alavancar o processo de desenvolvimento.

 Amigos e familiares acompanharam a entrega dos diplomas aos candidatos eleitos.

No momento em que recebiam o diploma, os eleitos posavam para fotos ao lado de seus familiares.



 

Em entrevista à nossa reportagem, Zizinho ressaltou que “este é um momento de alegria, de satisfação, depois de uma campanha difícil que nós enfrentamos”, ressaltando que o desafio maior é “fazer com que nós possamos fazer desenvolver Santana do Paraíso, com inclusão social, fazer com que a nossa região possa estar crescendo de forma qualitativa”.

Ao lado de Zizinho, Jamil Barbosa declarou ter certeza que “o nosso mandato de quatro anos vai ser um mandato de fato voltado para a melhoria de qualidade de vida de Santana do Paraíso”.


O juiz Carlos Roberto salientou a importância do voto consciente, de qualidade e cidadania.  “Saiba votar, saiba escolher e vote de acordo com aquele candidato da sua preferência,  sem nenhum favor, sem nenhum privilégio”.

José Maria de Oliveira, o vereador mais votado de Santana do Paraíso, declarou estar muito feliz e que realizará junto aos companheiros do Legislativo “um trabalho sério, para trazer resultados para o nosso município”.


 

terça-feira, 18/12/2012

Prefeitura de Ipatinga abre processo seletivo para Programa Brasil Alfabetizado

A Prefeitura de Ipatinga abriu edital para a seleção de profissionais voluntários que vão atuar no Programa Brasil Alfabetizado (PBA). Ao todo estão sendo oferecidas 33 vagas, sendo 29 para alfabetizadores e quatro para alfabetizador-coordenador.

As inscrições serão realizadas nos dias 20 e 21 de dezembro deste ano, na sala de reunião da Secretaria de Educação, 3º andar, das 8h às 17h. Não será permitido ao candidato fazer mais de uma inscrição. Conforme edital, não serão recebidas inscrições por procuração.

O valor da bolsa para os alfabetizadores – coordenadores será de R$ 600. Já as bolsas dos alfabetizadores serão de R$ 400 para uma turma e R$ 600 para duas turmas. Ambos terão que cumprir 10 horas semanais.

Os resultados de classificação serão divulgados no dia 27 de dezembro. O candidato que desejar interpor recursos contra os resultados terá um dia útil improrrogável, após a divulgação dos resultados de classificação, em requerimento próprio disponibilizado na sala de reuniões da secretaria, no horário das 9h às 17h, sendo rejeitados após esse período.

O resultado final será publicado no dia 2 de janeiro de 2013 no site da Prefeitura de Ipatinga, www.ipatinga.mg.gov.br, no link do Diário Oficial do Município, no quadro de aviso, localizado no andar térreo do hall da Prefeitura de Ipatinga e na recepção da Secretaria de Educação. 

O edital encontra-se disponível no link: https://www.ipatinga.mg.gov.br/diariooficial/upload/diariooficial/%7B14122012171514843%7Dpublicaodia1412.pdf, no Diário Oficial do Município.

terça-feira, 18/12/2012

Promoções na PM serão efetivadas no próximo dia 25

Na próxima terça-feira (25), será efetivada a promoção de vários Policiais Militares da região, o Assessor de Comunicação da 12ª Região de Polícia Militar (RPM), Major Leôncio Botelho, diz que só após essa data é que os nomes dos candidatos podem ser divulgados, já que até lá pode haver possíveis alterações nas efetivações.

Na área de abrangência da 12ª RPM estão previstas 23 promoções para o dia 25: Seis majores passarão para o cargo de Tenente-coronel; dois capitães serão promovidos ao cargo de major; três Tenentes passam a Capitão; quatro Segundo-tenente passam para o cargo de Primeiro-tententes e oito Primeiro-sargento se tornarão Subtenentes. As promoções estão sendo concedidas por merecimento e antiguidade na PM.

Segundo o Major, Depois os novos promovidos podem vir a ser designado exercer funções na região do Vale do Aço ou ir para outras localidades.

A 12ª RPM engloba o 14º. Batalhão do Ipatinga, a 12º Cia Independente de Meio ambiente e trânsito de Ipatinga, a 22ª Cia Independente de Caratinga, o 11º Batalhão de Manhuaçu, 26º. Batalhão de Itabira, 17ª. Cia Independente de João Monlevade, 21ª. Independente de Ponte Nova . No final são atendidos 97 municípios.

terça-feira, 18/12/2012

Contraproposta das terceirizadas é rejeitada

Os trabalhadores das terceirizadas rejeitaram, na tarde desta segunda-feira (17), a contraproposta apresentada pelas empresas que ofereciam INPC de 5,99% (a partir de 01/02/13) e abono de 25% do salário (com mínimo de R$ 300,00).

Uma nova assembleia está marcada para quinta-feira (20), ás 17h, na sede do Sindipa.

Usiminas

Está marcada para a manhã desta terça-feira (18), mais uma reunião entre a Comissão de Negociação do Sindipa e a Usiminas. O sindicato espera que a empresa respeite seus empregados e apresente uma contraproposta que atenda aos anseios da categoria.

E mesmo se a empresa não apresentar uma contraproposta, a assembleia que está marcada para às 17h30, desta terça-feira, na sede do Sindipa, está mantida.

Usiminas Mecânica

Na quarta-feira (19), às 17h30, na Sede do Sindipa, será a vez dos trabalhadores da UMSA participarem de uma assembleia. Ela vai acontecer mesmo se a empresa não tiver apresentado uma nova contraproposta, já que a apresentada na sexta-feira foi rejeitada, pelos trabalhadores, por unanimidade, durante assembleia.

terça-feira, 18/12/2012

Futebol e cerveja são as grandes paixões do homem brasileiro, diz Ibope

Divulgação


Qual é a grande paixão do homem brasileiro? De acordo com uma pesquisa do Ibope, o futebol ocupa o posto com grande vantagem.

O esporte foi a resposta de 82% dos entrevistados. Em segundo lugar ficou a cerveja, com 36%, seguido por mulher, citada por 33% dos participantes.

A pesquisa ouviu dois mil homens com mais de 18 anos em todo o Brasil. O churrasco também foi considerado uma paixão por 20% dos entrevistados, à frente de praia, com 13%, cachaça, 10%, e família, com 9%.

Com apenas 1% das respostas, dinheiro e trabalho ficaram em último lugar.
 

terça-feira, 18/12/2012

Trabalhadores do setor aéreo rejeitam proposta e podem entrar em greve no fim de ano

Trabalhadores da aviação civil rejeitaram nesta segunda-feira (17) o reajuste de 6% oferecido pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea), a partir de 1º de dezembro, data-base dos aeronautas e aeroviários. A proposta do Snea foi rejeitada em reunião nesta tarde, no Rio. Na ocasião, os trabalhadores discutiram a possibilidade de entrar em greve durante as festas de fim de ano, período de grande movimentação nos aeroportos. As duas categorias pedem 10% de aumento no piso salarial e 7% para os demais empregados.


As negociações não avançaram, disse Marcos José, diretor do Sindicato Nacional dos Aeroviários. Segundo ele, o mediador das empresas ficou de responder à proposta do sindicato até terça (18), às 17h. A partir daí, haverá mobilização dos trabalhadores, que farão novas assembléias, adiantou Marcos, que não descarta a greve. “A possibilidade de paralisação é iminente”, disse ele.

Já o representante do Snea, Odilon Junqueira, pretende informar aos trabalhadores até amanhã, ao meio-dia, a posição das empresas. De acordo com Junqueira, as empresas ainda não têm uma resposta definitiva, e amanhã será dito se “aceitam o que os sindicatos estão propondo”.

Na última quinta-feira (13), os trabalhadores decidiram, em assembléia, suspender paralisação de advertência marcada para aquela data, mas mantiveram o estado de greve.

AGÊNCIA BRASIL
 

terça-feira, 18/12/2012

Orçamento prevê salário mínimo de R$ 674,96 em 2013

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) entregou nesta segunda-feira (17) a versão final do relatório do Orçamento de 2013, com salário mínimo de R$ 674,96 para o ano que vem. A proposta original do governo era de aumento do mínimo de R$ 622 para R$ 670,95, mas cálculo da inflação foi reajustado e mínimo deve acompanhar. A votação do Orçamento de 2013 no plenário do Congresso está marcada para esta quarta-feira (19).

Apesar das dificuldades para aprovar o Orçamento, o texto sempre acabou sendo aprovado antes do recesso parlamentar. Caso ele não seja votado, o congresso não pode entrar em recesso no dia 22 de dezembro. De acordo com Jucá, cálculo da inflação em 2012 foi reajustado e, por isso, houve o pequeno aumento no valor do mínimo. O reajuste representará um gasto adicional de R$ 1,360 bilhão, segundo o relator.

Romero Jucá afirmou, nesta segunda-feira, que “não foi possível” conceder reajuste maior para o Poder Judiciário do que os 5% propostos pelo Executivo. “Mantivemos o reajuste dos servidores público tanto do Judiciário, como do Legislativo e do Executivo em 5%. Tratando todos com equidade”, disse.

O reajuste é menor do que o reivindicado pelo Judiciário e já estava previsto no Orçamento de 2013 enviado pelo Executivo. Em setembro, o então presidente do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, enviou projeto de lei ao Congresso solicitando ajuste de 7,12% em 2013.

Com o aumento de 5%, o salário de ministro do Supremo passará de R$ 26.737,13 para R$ 28.059,28. Pela proposta orçamentária enviada pelo Executivo e mantida por Jucá, o impacto dos reajustes de 5% para o Judiciário será R$ 964 milhões, em 2013.

Para os servidores do Legislativo será de R$ 285 milhões. Para servidores do Ministério Público da União, será de outros R$ 123 milhões. No total, a despesa com pessoal, somado Executivo, Legislativo e Judiciário, além do MPU, será de R$ 12,912 bilhões no ano que vem.
 

terça-feira, 18/12/2012

Supremo cassa deputados e encerra sessão do mensalão

Após polêmicas, STF conclui o maior julgamento da história da Corte

FOTO: JOSÉ CRUZ/ABR


Posição. Celso alertou ao presidente da Câmara de que descumprir uma decisão do Supremo é crime

BRASÍLIA – Os parlamentares condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, estão proibidos de exercer seus mandatos, segundo decisão de ontem (17) do Supremo Tribunal Federal (STF). Por placar de 5 votos a 4, a Corte entendeu que a decisão de cassar os mandatos não cabe ao Congresso Nacional, pois as Casas Legislativas só devem ratificar o entendimento do STF. A decisão só deve ser cumprida quando transitar em julgado, ou seja, quando não houver mais possibilidade de recursos.

Após quatro meses e meio, o Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu ontem o julgamento do mensalão. Desde 2 de agosto, foram 35 sessões. O tribunal decidiu condenar 25 dos 38 réus do processo e fixou as punições de cada um, além de definir que os três deputados federais condenados terão que deixar seus mandatos.

A sessão de ontem foi marcada pelo retorno do ministro Celso de Mello, que esteve internado, na semana passada, adiando a conclusão do julgamento. O voto dele era decisivo para a votação sobre a perda dos mandatos dos parlamentares condenados, já que a votação estava empatada em quatro a quatro.

Mello leu o seu voto a favor da cassação imediata. Assim, a maioria dos ministros entendeu que a decisão do Supremo é definitiva e não precisará passar por deliberação da Câmara.

Com isso, os deputados devem perder os mandatos, que terminariam no começo de 2015, quando não houver mais possibilidade de recursos. A Câmara será notificada para cumprir a decisão.

A medida tem efeito para os deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT), além de José Genoino (PT-SP) que pode assumir uma vaga como suplente.

Celso de Mello reafirmou que uma decisão do STF tem que ser cumprida. Foi um recado direto ao presidente da Câmara, Marco Maia, que disse que não acataria a posição da Corte por entender que o Legislativo é que deveria decidir a questão. "É inadmissível o comportamento de quem, demonstrando não possuir o necessário senso de institucionalidade, proclama que não cumprirá uma decisão do Supremo transitada em julgado".

O ministro afirmou ainda que um possível descumprimento da decisão poderia configurar o crime de prevaricação, que prevê pena entre três meses e um ano de prisão.

Resposta. Ontem, Maia não disse que não cumpriria a determinação. "Essa foi uma decisão precária, sem a composição total do tribunal, por isso teremos recursos. Espero que seja revista".

João Paulo Cunha falou que irá recorrer. "A decisão faz parte de um trágico contexto de judicialização da política que, nos últimos anos, tem propiciado à Justiça avançar, de maneira equivocada, sobre as prerrogativas dos Poderes Legislativo e Executivo", disse em nota.

Já Costa Neto disse que, em respeito ao dispositivo constitucional que prevê a autonomia entre os Poderes, não comentará a decisão.

MONOCRÁTICA

Barbosa poderá definir prisão imediata de réus

Brasília. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator do processo do mensalão, Joaquim Barbosa, pode decidir sozinho se determina prisão imediata para os condenados no julgamento. O procurador geral da República, Roberto Gurgel, desistiu de apresentar o pedido ao plenário. O caso deve ser apreciado por Joaquim Barbosa durante o recesso do Judiciário. A decisão sobre prisão imediata atinge 22 dos 25 réus considerados culpados pelo tribunal, incluindo o empresário Marcos Valério, condenado a 40 anos de prisão, e o ex-ministro José Dirceu, condenado a dez anos.

Gurgel não informou se o pedido será apresentado até amanhã, dia da última sessão do STF antes das férias forenses. Caso isso ocorra, é praticamente certo que a decisão do pedido ficará nas mãos de Joaquim Barbosa. "Posso decidir sozinho, claro", afirmou. O ministro ainda ressaltou que, pelo regimento interno do Supremo, esse tipo de decisão é de competência do presidente da Corte e não precisa ser submetido à apreciação dos demais ministros.

BATE-BOCA
Ministro discorda de presidente e abandona plenário
Brasília. O fim do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF) foi anunciado em meio a um novo bate-boca, desta vez entre o relator e presidente da Corte, Joaquim Barbosa, e o ministro Marco Aurélio Mello. O último embate ocorreu porque Barbosa quis agradecer, publicamente, profissionais que o ajudaram no processo, e Mello o criticou.

"O caso é tão inusitado e tomou tanto tempo dos colaboradores", justificou Barbosa. "Não cabe o registro em ata, isso nunca houve", rebateu Marco Aurélio. "Está havendo porque esse é um processo que causou traumas", disse o relator e presidente do tribunal. "Peço licença para não ter de ouvir isso", disse Marco Aurélio, abandonando o plenário.

O presidente encerrou a sessão como se nada tivesse ocorrido. Ele concluiu o agradecimento a três assessores que o ajudaram ao longo dos anos do processo e, atendendo ao questionamento do decano, Celso de Mello, deu o julgamento por encerrado.

Na última sessão, o STF tribunal não quis fixar um valor mínimo para o ressarcimento ao erário dos desvios registrados. Foi rejeitado ainda um pedido da defesa de Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil, que queria acesso aos autos de outro processo. Os ministros aproveitaram ainda para registrar alguns reajustes de votos quanto a multas aplicadas, mas sem alterar os placares finais.

Após a conclusão do julgamento, o ministro Joaquim Barbosa, defendeu o fim do foro privilegiado para políticos brasileiros. "A lição é de que o Supremo não deve chamar para si processos dessa dimensão. O tribunal está paralisado há quatro meses", afirmou Barbosa.
Com agência
 

terça-feira, 18/12/2012

Veja a festa do Timão nas ruas de São Paulo

Centenas de torcedores do Corinthians foram ao aeroporto de Guarulhos recepcionar o time.



Poucos torcedores estavam no aeroporto no desembarque do elenco corintiano em São Paulo



Um forte esquema de policiamento foi montado no aeroporto de Guarulhos



Goleiro Julio César postou foto mno Twitter dos companheiros Chicão e Alessandro no ônibus do aeroporto de Guarulhos com a taça do título mundial



Jogadores do Timão desembarcam em São Paulo



Muitos torcedores foram prestigiar a chegada do Timão



Torcedor ironiza o Boca Juniors e o Chelsea, adversários derrotados pelo Timão



Torcedores de diversas cidades vieram prestigiar o bicampeão mundial de clubes


R7
Imagens/Divulgação

terça-feira, 18/12/2012

Avião do Corinthians chega ao Brasil com bandeira do clube na cabine

Delegação desembarcou em São Paulo por volta das 7 horas da manhã

O elenco do Corinthians, que conquistou o título do Mundial de Clubes, no último domingo (16), chegou ao Brasil nesta terça-feira (18). O avião que trouxe a equipe tocou a pista às 6h55 da manhã e chegou com uma bandeira do clube hasteada ao alto da aeronave. Os jogadores desceram às 7h15.

O primeiro atleta a desembarcar da aeronave foi o lateral-direito Alessandro, capitão da equipe, que estava segurando a taça de campeão Mundial. Os jogadores foram recepcionados pelo Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin, que entregou-os uma bandeira do Estado de São Paulo. Porém, diferentemente do embarque, quando centenas de corintianos acompanharam o embarque, poucos torcedores viram a chegada do time, que desembarcou na pista do aeroporto.

A delegação seguiu para a base áerea, onde fez procedimentos alfandegários. Depois, o Corinthians segue para região do metrô Tiradentes, onde vai fazer um desfile de carro aberto para comemorar o título e saudar o torcedor.

Cansados, os jogadores desistiram da passagem pela prefeitura, onde receberiam a chave da cidade, em uma homenagem que seria prestada pelo prefeito Gilberto Kassab.

Porém, as comemorações não serão com a delegação corintiana completa. O zagueiro Paulo André, o meia Martínez e o atacante Paolo Guerrero, grande herói da conquista, seguiram outros caminhos.

segunda-feira, 17/12/2012

Recolhimento de lixo é restabelecido em Timóteo

Os serviços de limpeza pública em Timóteo foram restabelecidos nesta segunda-feira (17), pela Consita, em decorrência de uma liminar obtida pela Prefeitura de Timóteo.

Voltaram ao normal os serviços de varrição, desobstrução de bocas de lobo, coleta de lixo domiciliar e de resíduos dos serviços de saúde, que estavam suspensos.

A Prefeitura entrou com uma ação cautelar que foi acolhida parcialmente pela Justiça determinando o prazo de 24h para o retorno das atividades de limpeza da empresa no município.



“Em nenhum momento, a administração deixou de conversar com a Consita. Frente à grave crise financeira vivida no município é preciso ter competência na busca de soluções amigáveis, e , na ausência de um acordo, firmeza para equacionar a situação amparado pela lei”, comentou o secretário de Governo, Anderson Moura.

Moura frisou que a administração tem mostrado com total transparência os dados sobre a queda da arrecadação para a comunidade e tem tomado atitudes em tempo hábil e com sabedoria para minimizar a crise e resguardar os direitos do cidadão.

Esclarecimento

A Prefeitura faz um esclarecimento sobre os débitos com a empreiteira Consita. Conforme os números fornecidos pela Secretaria de Fazenda nesta segunda-feira (17), somente este ano, a Prefeitura pagou o valor líquido de R$ 4.180.867,91 milhões à empreiteira.

O saldo a pagar para a empreiteira somou até o dia 12 o valor  de R$ 5.256.299,30.

De acordo com a administração, em função do descumprimento pela Consita do acordo negociado com a Prefeitura, que previa o pagamento de R$ 595 mil em  três parcelas no mês dezembro, a administração efetuou o pagamento apenas de duas parcelas no total de R$ 300 mil.
 

segunda-feira, 17/12/2012

Vereadores de Timóteo terão que declarar bens antes da posse

O projeto que visa a declaração de bens para os vereadores antes da posse em Timóteo, de autoria dos vereadores José Vespasiano Vespa, Keisson Drumond, Willian Salim e Guaraciaba Gomes, foi aprovado na última reunião ordinária de 2012, que aconteceu nesta segunda-feira(17). 

A modificação determina  que “ antes da posse, os vereadores farão declaração de seus bens, a qual será transcrita em livro próprio, tudo sob pena de nulidade, do pleno direito do ato de posse. Ao término do mandato, será atualizada a declaração”. 

O projeto foi aprovado por unanimidade em votação e discussão únicas.

Também foram aprovados em votação que  “dispõe sobre a aprovação das Contas do Município de Timóteo, relativas ao exercício de 1999, nos termos do parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais”, de autoria dos vereadores Willian Salim, Douglas Willkys e José Constantino Coronel.

Conforme a instituição, foram aprovados ainda  o projeto   que “dispõe sobre a aprovação das Contas do Município de Timóteo, relativas ao exercício de 2007, nos termos do Parecer Prévio do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais”, também de autoria de Willian Salim, Douglas Willkys e José Constantino Coronel.
 



Política de Privacidade | Entre em contato
© 2008-2015 plox.com.br Todos os direitos reservados. Primeiro portal de notícias e entretenimento do Vale do Aço