Brasil

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Entenda os riscos do monóxido de carbono, suspeito na morte de jovens em Balneário Camboriú

    Especialistas esclarecem como a intoxicação por Monóxido de Carbono pode ocorrer em veículos

    Por Plox

    01/01/2024 17h29 - Atualizado há 2 meses

    No trágico incidente em Balneário Camboriú, onde quatro jovens de Paracatu foram encontrados mortos dentro de uma BMW, a principal suspeita da Polícia Civil de Santa Catarina é a intoxicação por monóxido de carbono. A perícia identificou um possível vazamento entre o motor e o painel do veículo, o que poderia ter levado à tragédia.

    Riscos de Intoxicação em Veículos

    Segundo Emílio Camanzi, jornalista e colunista do quadro Itatiaia Carros, a intoxicação por monóxido de carbono em um carro pode ocorrer devido ao uso do ar-condicionado. Ele destaca duas funções do ar-condicionado: a recirculação, que reutiliza o ar dentro do veículo, e a renovação, que traz ar do ambiente externo para dentro do carro. Camanzi explica que, em locais com alta concentração de gases devido à presença de ônibus e carros, como em um terminal rodoviário, o modo de renovação pode introduzir monóxido de carbono no interior do veículo.

    O Perigo do Monóxido de Carbono

    O monóxido de carbono, frequentemente confundido com gás carbônico, é um gás produzido pela queima incompleta de materiais combustíveis ricos em carbono. Este gás é incolor, inodoro e extremamente tóxico, podendo causar a morte se inalado por períodos prolongados. Os primeiros sintomas de intoxicação por monóxido de carbono incluem sonolência, dores de cabeça, desmaios, sensação de confusão e náusea.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]