Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Menina perde dinheiro da venda de pães e inventa estupro no Vale do Aço

    Por Plox

    01/02/2020 16h21 - Atualizado há mais de 1 ano

    Um homem inocente quase foi preso após uma menina fingir ter sido estuprada, nessa sexta-feira (31), na cidade de Santana do Paraíso-MG, no Vale do Aço. A motivação para a falsa comunicação de crime, de acordo com informações, é de que a adolescente teria perdido uma quantia referente à venda de pães caseiros, e temia ser repreendida pela mãe.
     
    De acordo com informações, a adolescente de 14 anos havia desaparecido nesta quinta-feira (30), após ter saído para vender pães, como faz normalmente. A mãe da jovem teria procurado a Polícia Militar para relatar o desaparecimento da filha. 
     
    Na manhã de sexta, a Polícia Militar recebeu a informação de que a garota havia sido deixada em uma unidade de saúde e estava machucada. Ao conversar com os policiais, a garota teria relatado que foi estuprada por um homem que já havia oferecido dinheiro para sair com ela, mas que ela não havia aceitado. 

    mg A jovem disse aos militares que havia acordado em algum trecho desta rodovia. Foto: Reprodução/Google Street View


     
    De acordo com informações, ainda segundo o relato da garota na ocasião, o homem, que teve a identidade preservada, teria passado em seu local de trabalho posteriormente e teria pedido que ela entrasse em seu veículo e, quando ela entrou, teria dado um pano para que ela cheirasse, e essa seria sua última lembrança. A garota relatou ainda que acordou um bom tempo depois sem suas roupas íntimas em uma rodovia e teria pedido socorro à uma pessoa que passava no local, essa que teria a levado à unidade. 
     
    De acordo com informações, após o relato, a jovem foi levada pelos policiais para o Hospital Márcio Cunha, onde realizou exames que comprovaram que não havia acontecido conjunção carnal e que a jovem ainda era virgem. 
     
    Segundo informações, a polícia procurou o homem que a jovem relatou ser o agressor, porém ele negou a versão da garota e disse que estava em sua residência. 
     
    Ainda segundo informações, a garota teria mudado de versão, dizendo que era alguém parecido com quem ela havia apontado como o agressor, mas que não era ele. Novamente questionada, a garota acabou confessando que armou tudo porque havia perdido o dinheiro proveniente da venda dos pães e temia ser repreendida pela mãe. 
     
    De acordo com informações, a jovem relatou aos militares que havia provocado as lesões e ainda teria chegado a dormir na rodovia MG-232. 
     
    Mediante aos fatos a adolescente foi conduzida pelos militares à delegacia por falsa comunicação de crime. 
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]