Lula se reúne com Maduro em São Vicente e Granadinas durante Cúpula da Celac

Presidente brasileiro discute paz e desenvolvimento com Maduro, Petro e outros em São Vicente e Granadinas

Por Plox

01/03/2024 08h09 - Atualizado há cerca de 1 mês

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reúne-se nesta sexta-feira (1) em São Vicente e Granadinas, no Caribe, com importantes líderes internacionais, incluindo o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente da Colômbia, Gustavo Petro, durante a cúpula da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac). Esses encontros marcam a participação do Brasil em discussões cruciais sobre paz e desenvolvimento regional.

 Foto: Ricardo Stuckert/Presidência da República

Lula, que também se encontrou com o secretário-geral da ONU, António Guterres, e líderes de outras nações latino-americanas, destacou a importância de manter a América do Sul como uma zona de paz, livre dos conflitos que assolam outras partes do mundo. Em declarações feitas na Guiana, o presidente brasileiro enfatizou a estratégia do Brasil de promover não apenas o desenvolvimento, mas também a paz na região. "Nós não precisamos de guerra. Guerra traz destruição de infraestrutura, de vidas, e traz sofrimento. A paz traz prosperidade, educação, geração de emprego e tranquilidade aos seres humanos", afirmou Lula.

Diálogos Bilaterais e Questões Globais

Além do encontro com Maduro, no qual Lula afirmou que a disputa pelo território de Essequibo não seria discutida, o presidente brasileiro tem agendadas reuniões bilaterais com outros líderes. Entre eles, está o presidente da Bolívia, Luis Arce, e discussões com figuras chave sobre a situação na Faixa de Gaza, refletindo a preocupação do Brasil com conflitos globais e a busca por soluções pacíficas.

As declarações de Lula sobre a guerra no Oriente Médio e a comparação controversa da operação militar israelense com o Holocausto sublinham a posição firme do Brasil no cenário internacional contra o genocídio e a favor da resolução de conflitos através do diálogo.

Integração e Desenvolvimento

A presença de Lula na cúpula da Celac e seus encontros bilaterais reforçam o papel do Brasil na liderança regional, buscando fortalecer laços com países vizinhos e promover uma agenda de integração e desenvolvimento sustentável. A estratégia brasileira de engajamento com a Guiana, e por extensão com outros países do continente, destaca a importância da colaboração para manter a América do Sul como um bastião de paz e prosperidade.

A previsão de retorno de Lula a Brasília no início da noite encerra uma série de compromissos internacionais significativos, sinalizando uma continuidade na busca do Brasil por um papel de destaque nas questões globais, com um foco particular na promoção da paz e do desenvolvimento econômico sustentável.

Destaques