Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Tatuador é suspeito de assediar ao menos 15 clientes e ter pedido para mulher 'tirar a calcinha'

    A prisão do homem foi realizada nesse domingo, em Belo Horizonte

    Por Plox

    01/04/2019 11h38 - Atualizado há mais de 2 anos

    Um tatuador, de 44 anos, foi preso sob suspeita de abusos sexuais contra clientes, nesse domingo (31), em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte-MG. Conforme a Polícia Militar, o caso veio a público após uma enquete na rede social, feita por uma ex-candidata a senadora, que questionava se mulheres já sofreram abusos em estúdios de tatuagem.

    Segundo uma das vítimas, L.C.A.P. teria pedido para que ela retirasse a calcinha, pois era preciso para fazer a tatuagem. A mulher relatou que tinha procurado o tatuador para cobrir uma cicatriz na barriga, em 2016. Além dessa mulher, outras vítimas fizeram denúncias contra o homem na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em Belo Horizonte.

     

    c

    Foto: reprodução

    De acordo com a Polícia Militar, o homem foi preso após as equipes cercarem a sua residência, que fica no bairro Joana D’arc. Contra L.C. havia uma mandado de prisão em aberto.

    A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o caso. O homem foi encaminhado à delegacia da cidade.

     

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]