Alckmin diagnostica com Covid-19 e cancela compromissos

Vice-presidente em repouso após testar positivo

Por Plox

01/04/2024 10h08 - Atualizado há 14 dias

O vice-presidente Geraldo Alckmin, filiado ao PSB e atualmente ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, testou positivo para Covid-19, levando ao cancelamento de suas agendas oficiais marcadas para esta segunda-feira. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, que confirmou o estado de saúde de Alckmin como "leve e estável".

Foto: Marcelo Camargo/Agencia Brasil

Recuperação no Palácio do Jaburu

Seguindo orientações médicas, o vice-presidente ficará de repouso no Palácio do Jaburu, sua residência oficial em Brasília, sem previsão de retorno às suas atividades na Esplanada dos Ministérios. Esta não é a primeira vez que Alckmin enfrenta o coronavírus; ele já havia sido infectado em maio de 2022, durante a pré-campanha eleitoral ao lado de Luiz Inácio Lula da Silva.

Papel chave na interlocução governamental

Com sua função dupla no governo, Alckmin desempenha um papel crucial na ligação do governo com o setor industrial e empresarial, especialmente em São Paulo. Como vice-presidente, ele tem mantido encontros com diversas lideranças, incluindo figuras religiosas e do centro político.

Atividades recentes e impacto político

Antes de sua diagnóstico, Alckmin teve uma semana de destaque com o anúncio de um decreto para o programa Mover, visando incentivos para a indústria automotiva na descarbonização e na transição energética. Além disso, acompanhou Lula em eventos importantes, como a visita do presidente francês Emmanuel Macron ao Brasil.

Destaques