Alerta sobre boletos: Febraban aconselha contra impressão devido a golpes

Riscos associados à adulteração de boletos impressos por vírus

Por Plox

01/04/2024 07h24 - Atualizado há 13 dias

Em uma recente orientação, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) alerta os consumidores sobre os perigos da impressão de boletos para pagamento. A organização destaca que criminosos estão utilizando softwares maliciosos para modificar informações cruciais em boletos impressos, como o valor a ser pago e os dados da conta destinatária do pagamento.

Recomendações da Febraban: A Febraban sugere a utilização do método "Pix copia e cola" diretamente nos aplicativos bancários, evitando assim a impressão de boletos. Além disso, aconselha a solicitação dos boletos em formato PDF pelo emissor, considerado mais seguro contra adulterações. A entidade também reforça a importância de manter um software antivírus atualizado para proteger os dados.

Identificação de boletos fraudulentos: Um método adicional para prevenir fraudes é verificar os dados do banco emissor no boleto. Erros comuns, como logos incorretos ou números de código de barras que não correspondem à instituição financeira indicada, podem ser sinais de tentativas de golpe.

Uso do Débito Direto Autorizado (DDA): A adesão ao DDA é apresentada como uma estratégia eficaz para evitar fraudes. Este serviço permite que os clientes recebam eletronicamente os boletos emitidos em seu nome, eliminando o risco de adulterações, uma vez que as informações provêm diretamente da Plataforma Centralizada de Recebíveis.

Prevalência do boleto bancário no Brasil: O boleto bancário continua sendo um dos métodos de pagamento mais utilizados no país, com mais de 4,2 bilhões de transações realizadas no último ano, totalizando cerca de R$ 5,8 trilhões. A Febraban reitera seu compromisso em combater fraudes e orientar os consumidores sobre práticas seguras de pagamento.

Destaques