Primeiro caso de gripe aviária ligado a gado leiteiro detectado nos EUA

Texas confirma infecção em humano por contato com vaca

Por Plox

01/04/2024 19h38 - Atualizado há 14 dias

Um residente do Texas testou positivo para gripe aviária após ter contato direto com uma vaca leiteira infectada, segundo informações divulgadas pelas autoridades de saúde do estado nesta segunda-feira. Este é considerado um evento raro, sendo o primeiro do tipo nos Estados Unidos, com um caso anterior ocorrido em 2022 relacionado a aves de criação no Colorado. O indivíduo afetado, que apresentou vermelhidão ocular como sintoma, está em isolamento e se recuperando sob tratamento antiviral.

Foto: Reprodução/Pixabay

Detecção e sintomas

O caso foi identificado em alguém exposto a gado leiteiro, sugerindo uma conexão com a recente detecção de gripe aviária em fazendas do Texas e Kansas. O paciente está se recuperando de sintomas leves, incluindo conjuntivite.

Investigação em andamento

Autoridades de saúde estão investigando a origem e a propagação do vírus, visando proteger tanto o gado quanto as pessoas que trabalham nas fazendas. Apesar do caso, o risco para o público geral é considerado baixo.

Contexto sobre a gripe aviária (H5N1)

A gripe aviária é conhecida por infectar principalmente aves selvagens, podendo ocasionalmente transmitir-se a humanos. A transmissão de pessoa para pessoa é extremamente rara. Os sintomas em humanos podem variar de leves a graves, incluindo pneumonia e, em casos raros, morte.

Impacto na indústria leiteira

O setor leiteiro do Texas, vital para a economia do estado, não enfrenta riscos significativos devido a este caso. Medidas de segurança, como o isolamento de animais infectados e a pasteurização do leite, ajudam a minimizar possíveis ameaças.

Destaques