Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Homem esfaqueia companheira no Vale do Aço

    Indivíduo foi preso após ser contido por populares

    Por Plox

    01/05/2022 13h23 - Atualizado há 23 dias

    Na noite desse sábado (30), um homem de 25 anos foi preso acusado de esfaquear sua companheira, de 27 anos, na avenida Minas Gerais, no bairro São Francisco, em Santana do Paraíso, no Vale do Aço, Minas Gerais. A mulher foi socorrida e não foi morta pois populares conseguiram conter o indivíduo.

    Durante patrulhamento, os militares foram acionados por populares, com informações sobre uma homem que teria esfaqueado a companheira, no meio da rua. Os policiais foram ao local e, ao chegarem, se depararam com o suspeito no chão, sendo contido por populares.

    A mulher estava sendo amparada por funcionários de um posto de combustíveis e, imediatamente, foi acionada uma ambulância do município, que levou a vítima ao Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga-MG.

    Na unidade hospitalar, a mulher disse aos militares que o homem não gostou do fato de ela ter registrado um boletim de ocorrência contra ele. A partir disso, ele teria começado a "inferniza-la" e, por não suportar mais a situação, decidiu juntar suas coisas e ir embora.

    A mulher relatou também que, nesse momento, o homem, que teria feito uso de bebida alcóolica, pegou uma faca a fim de intimidá-la e partiu em sua direção. A mulher ainda afirmou que saiu correndo em direção a rua, foi perseguida pelo homem, alcançada e golpeada por ele.

    Conforme os policiais militares, foram constatadas quatro perfurações por faca, sendo duas no braço esquerdo, uma na axila esquerda e uma na mão esquerda. A mulher ficou na unidade de saúde, em quadro estável e sem risco de morte.

    Uma testemunha disse aos militares que escutou a gritaria e viu a mulher sair de casa correndo, estando o homem a perseguindo, com uma faca. A vítima já estava ensanguentada e, então, populares intervieram e conseguiram conter o indivíduo, evitando um possível homicídio consumado.

    A testemunha ainda afirmou que foram necessárias várias pessoas para conter o homem, sendo necessária a utilização de força, como socos, chutes e pauladas, e que, só assim o mesmo parou de perseguir a vítima, sendo retirada a faca dele, em seguida.

    Aos militares, o homem informou que sua amásia havia saído de casa, por conta de uma briga deles, e hoje ela voltou pra casa, porém, aconteceu uma nova briga. Durante a confusão, a mulher teria lhe desferido um tapa no rosto e, nesse momento, ele "perdeu a cabeça", pegou uma faca e tentou perfurar a vítima. Ela também disse que a mulher correu para a rua e não se lembra se conseguiu acertá-la dentro de casa ou na rua, quando foi contido pelos populares.

    De acordo com o boletim de ocorrência, o homem apresentava algumas escoriações na face, ombro esquerdo, joelho esquerdo e panturrilha direita. Ele foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento, medicado, liberado e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]