Brasil

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Titãs atualiza música e coloca Bolsonaro em letra que cita Hitler e Mussolini

    A faixa "Nome aos bois" apresenta uma manifestação política da banda, que busca listar figuras reacionárias associadas direta ou indiretamente ao fascismo

    Por Plox

    01/05/2023 10h40 - Atualizado há 10 meses

    Após três décadas, os Titãs retomam a formação clássica em sua turnê "Encontro", preservando a essência do repertório que remonta à década de 1980. Contudo, algumas canções precisaram ser ajustadas para refletir os tempos atuais, como foi o caso de "Nome aos bois", de 1987.

    No último sábado (29), durante um show em Belo Horizonte, Nando Reis assumiu os vocais e inseriu o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na lista de figuras que contém o ditador nazista Adolf Hitler. A canção "Nome aos bois" veio na sequência de uma apresentação em que o grupo exibiu seu lado mais roqueiro, com Nando Reis nos vocais.

     

    Lançada no álbum "Jesus não tem dentes no país dos banguelas", a faixa "Nome aos bois" apresenta uma manifestação política da banda, que busca listar figuras reacionárias associadas direta ou indiretamente ao fascismo. Além de Hitler, a lista inclui Benito Mussolini, fundador e líder do fascismo italiano, e agora o nome de Bolsonaro também integra a relação.

    Nando Reis: "É assustador perceber que músicas feitas há 35 anos ainda são atuais"

    “A gente fez o que tinha que ser feito”, declarou Nando Reis na abertura da turnê, no Rio de Janeiro, enfatizando a atualidade das canções lançadas há mais de três décadas. “É assustador perceber que músicas que a gente fez 35 anos atrás ainda são atuais”, completou.

    O ex-presidente brasileiro, durante seus quatro anos de mandato, repetiu constantemente um slogan do movimento fascista brasileiro Ação Integralista Brasileira (AIB): "Deus, pátria, família e liberdade". A última palavra foi acrescentada ao lema original, usado na década de 1930.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]