Brasil

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Crescimento dos preços das cervejas está no horizonte, alertam Ambev e Heineken

    Segundo as empresas, donas de marcas consagradas como Skol, Brahma, Antarctica, Bohemia e Stella Artois, as margens de lucro estão sendo comprimidas em um nível insustentável

    Por Plox

    01/06/2023 07h53 - Atualizado há 9 meses

     

    O panorama para os amantes de cerveja no Brasil pode estar prestes a mudar. Duas gigantes do mercado de cerveja, a Ambev e a Heineken, enviaram um comunicado ao Ministério da Fazenda e às autoridades estaduais, indicando que os preços da cerveja terão que ser reajustados em breve.

     

     Foto: Ambev / Divulgação

    Pressão sobre as margens de lucro

    Segundo as empresas, donas de marcas consagradas como Skol, Brahma, Antarctica, Bohemia e Stella Artois, as margens de lucro estão sendo comprimidas em um nível insustentável. O motivo: o aumento constante nos custos de produção.

    Em defesa de suas posições, as cervejarias apresentaram um estudo elaborado pela renomada Fundação Getúlio Vargas (FGV), que evidencia a gravidade da situação. De acordo com a análise, entre 2019 e 2022, elas absorveram nada menos que 52,8% do acréscimo nos custos de produção.

    No entanto, o repasse desses custos para os preços ao consumidor foi, conforme afirmou o Sindicerv, a entidade que representa as cervejarias, de apenas 14%. Isso resultou em uma queda nas já apertadas margens de lucro. Para as pequenas cervejarias, a situação é ainda pior, com o retorno sobre o investimento praticamente inexistente.

    Escassez de recursos e preços crescentes

    O relatório apresentado pelas cervejarias atribui o aumento dos custos à escassez de embalagens e ao aumento dos preços do malte e do lúpulo, dois dos principais insumos para a produção de cerveja, que são em sua maioria importados.

    A expectativa de produção em meio à crise

    Apesar desse panorama desafiador, a indústria cervejeira espera fechar o ano com um crescimento de 4,5% na produção e consumo da bebida, elevando o total para 16,5 bilhões de litros. Ainda assim, as pressões sobre os custos de produção continuam a existir e o aumento nos preços da cerveja pode ser inevitável.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]