Jovem atropelada em São João del-Rei envia última mensagem ao pai antes de falecer

Tragédia em Minas Gerais: Emanuelly Paiva, de 21 anos, morre após ser atropelada em frente ao bar onde trabalhava

Por Plox

01/06/2024 07h35 - Atualizado há cerca de 1 mês

A jovem Emanuelly Paiva, de 21 anos, faleceu na terça-feira (28/5) depois de ser atropelada enquanto trabalhava em um bar em São João del-Rei, no Campo das Vertentes, Minas Gerais. O atropelamento ocorreu na noite de domingo (26/5) e foi registrado por uma câmera de monitoramento. No vídeo, um homem invade a calçada e atropela clientes e funcionários do bar, incluindo Emanuelly. Outras quatro pessoas ficaram levemente feridas. O motorista fugiu sem prestar socorro e abandonou o carro em uma área de mata.

crédito: Redes sociais/Reprodução

Pedido de Justiça e Investigação

Lucas Bessa, irmão da vítima, em entrevista à TV Alterosa, expressou a indignação e o desejo por justiça da família. Ele compartilhou a última mensagem de áudio que Emanuelly enviou ao pai pelo WhatsApp, revelando a personalidade carinhosa da jovem: “Oi, pai. Como você tá? Estou morrendo de saudade. Vou no seu serviço te ‘amolar’ um pouquinho na hora do meu almoço, tá? É claro que eu vou passar aí pra te ver, tá bom?”. Bessa também pediu às autoridades que tratem o caso com rigor: "Coloquem-se no nosso lugar, como pais e irmãos, para assim entender um pouco de tudo o que a gente está passando".

Reação da Polícia e Esperança de Prisão

O motorista responsável pelo atropelamento se apresentou à delegacia acompanhado de um advogado na tarde de terça-feira (28/5). Ele foi ouvido e liberado. A família de Emanuelly espera que, com a confirmação da morte, a polícia solicite a prisão preventiva do suspeito. "Depois da confirmação da morte dela, esperamos que a polícia peça a prisão preventiva", afirmou Bessa.

Protesto e Mobilização da Comunidade

Neste sábado (1º/6), a família de Emanuelly, juntamente com amigos e moradores de São João del-Rei, organizará um protesto pedindo justiça. O evento, liderado pela mãe adotiva da jovem, Eliete Fernandes, está marcado para as 14h30 na Avenida Tiradentes, próximo ao local do atropelamento, e seguirá em direção à delegacia.

Declaração de Morte Cerebral

Emanuelly foi socorrida desacordada e com lesões graves no dia do acidente. Sua mãe, através do Facebook, pediu orações na tarde de terça-feira, mas retornou às redes sociais duas horas depois para anunciar a morte cerebral da filha. A jovem faleceu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de São João del-Rei. Na segunda-feira (27/5), Emanuelly já havia evoluído para um quadro de isquemia cerebral, complicação que resulta da falta de oxigenação e glicose nas células cerebrais.

Destaques