Cobertura da vacina BCG no Brasil atinge 75,3% neste ano

Taxa de cobertura vacinal no primeiro semestre de 2024

Por Plox

01/07/2024 18h01 - Atualizado há 21 dias

Nos primeiros seis meses de 2024, 75,3% dos bebês com menos de um ano foram imunizados com a vacina BCG em todo o Brasil. Este imunizante é crucial para prevenir as formas mais graves da tuberculose e é uma das primeiras vacinas administradas aos recém-nascidos no país.

Foto Paulo Pinto/Agência Brasil

Dados comparativos e histórico

Em 2023, a cobertura vacinal atingiu 79,1%, conforme dados preliminares do Ministério da Saúde. A importância da vacina é celebrada em 1º de julho, Dia da Vacina BCG, que comemora sua criação em 1921 pelos cientistas franceses Léon Calmette e Alphonse Guérin.

esforços para aumentar a imunização

“Desde o início de 2023, uma série de ações vem sendo realizadas para reforçar a cultura de vacinação no país, com destaque para a estratégia de microplanejamento, recomendada pela OMS, que consiste em diversas atividades com foco na realidade local”, explica Eder Gatti, diretor do Departamento do Programa Nacional de Imunizações (DPNI).

Impacto global da vacina

A Organização Mundial da Saúde (OMS) destaca que, em países onde a tuberculose é prevalente e a vacina faz parte do programa de vacinação infantil, mais de 40 mil casos de meningite tuberculosa são evitados anualmente.

Procedimento de aplicação da vacina BCG

A vacina BCG deve ser aplicada o mais cedo possível após o nascimento, em bebês com mais de dois quilos. Caso não seja possível administrar ainda na maternidade, a vacinação deve ocorrer na primeira visita à Unidade Básica de Saúde (UBS). Após a aplicação, a reação começa com uma mancha vermelha que evolui para uma pequena ferida e, finalmente, uma cicatriz.

Sobre a tuberculose

Transmitida pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, também conhecida como bacilo de Koch, a tuberculose afeta não apenas os pulmões, mas também ossos, rins e meninges. Os principais sintomas incluem tosse (às vezes com sangue), falta de ar, dor no peito, fraqueza, perda de peso, febre e sudorese no final do dia.

Destaques