PIB de Minas Gerais cresce 2,9% no primeiro trimestre, apesar do recuo no agronegócio

Indústria e serviços impulsionam economia mineira no início de 2024

Por Plox

01/07/2024 20h27 - Atualizado há 21 dias

Mesmo com a retração significativa no setor agropecuário, a economia de Minas Gerais registrou um crescimento de 2,9% no primeiro trimestre de 2024, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Este resultado positivo foi impulsionado principalmente pelo desempenho dos setores industrial e de serviços.

Indústria lidera crescimento econômico

Dados divulgados pela Fundação João Pinheiro (FJP) nesta segunda-feira (1º) revelam que a indústria mineira teve um crescimento de 3,9% no período. Entre os subsectores, o maior destaque foi para energia e saneamento, que registrou um aumento expressivo de 10,4%. A indústria extrativa, puxada pela mineração, cresceu 7,2%, seguida pela construção civil com 4,4% e pela indústria de transformação, que teve um aumento mais modesto de 1%.

Desempenho do setor de serviços e agropecuário

O setor de serviços também contribuiu positivamente, apresentando um crescimento de 2,5%. Em contrapartida, a agricultura sofreu uma queda de 4,6%, atribuída às condições climáticas adversas, como o clima seco.

Comparação trimestral e cenário nacional

Quando comparado ao trimestre anterior, os últimos três meses de 2023, o PIB mineiro cresceu 0,5%, um pouco abaixo da média nacional, que foi de 0,9%. A principal diferença de desempenho entre Minas Gerais e o restante do Brasil foi observada na agropecuária. Enquanto no Brasil houve um aumento expressivo de 11,3% no setor, Minas Gerais registrou uma queda de 1,2% no mesmo período.

Minas Gerais, portanto, conseguiu fechar o primeiro trimestre com um crescimento sólido, impulsionado pela indústria e pelos serviços, apesar do desempenho negativo da agricultura.

Destaques