Vitória da direita no 1º turno das eleições legislativas na França

Partido Reagrupamento Nacional, de Marine Le Pen, obteve 33,15% dos votos na primeira rodada das eleições

Por Plox

01/07/2024 10h18 - Atualizado há 20 dias

O Reagrupamento Nacional (RN), liderado por Marine Le Pen, conquistou 33,15% dos votos na primeira rodada das eleições legislativas na França, marcando uma vitória retumbante. O Ministério do Interior francês confirmou os resultados provisórios nesta segunda-feira (1º). A coalizão de esquerda Nova Frente Popular (NFP) seguiu em segundo lugar com 27,99% dos votos, enquanto o grupo Juntos, do presidente Emmanuel Macron, sofreu uma derrota significativa, obtendo apenas 20,04% dos votos.

Marine Le Pen Foto: EFE/ Cuenta Oficial Marine Le Pen En X

Os Republicanos (LR), tradicionalmente classificados como de direita clássica, ficaram com 6,57% dos votos isoladamente e 10,23% quando somados aos de outras siglas aliadas. A parceria do presidente Éric Ciotti com o RN causou uma implosão interna no partido.

No primeiro turno, foram eleitos 37 deputados do RN, 32 da NFP, dois do bloco macronista e três dos LR e seus aliados. O segundo turno, agendado para o próximo domingo (7), verá o RN e seus associados disputando 485 dos 577 círculos eleitorais, com seus candidatos terminando em primeiro lugar em 297 deles.

Projeções indicam que o RN poderá formar o maior grupo político na próxima Assembleia Nacional, possivelmente alcançando uma maioria absoluta com pelo menos 289 assentos. Um dos três grandes institutos de pesquisa aponta essa hipótese como plausível dentro das suas projeções.

A NFP qualificou seus candidatos para o segundo turno em 446 círculos eleitorais, liderando em 157 deles. Diante desse cenário, os dirigentes da NFP anunciaram que irão retirar sistematicamente os candidatos que terminaram em terceiro lugar quando enfrentarem um candidato do RN com chances de vitória.

Destaques