Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Escolas do semiárido receberão máquinas para produção de água potável

    A produção será por meio de ar atmosférico e as máquinas são doações da empresa israelense Watergen

    Por Plox

    01/08/2019 13h09 - Atualizado há quase 3 anos

    Escolas de regiões semiáridas do país vão receber máquinas para a produção de água potável por meio do ar atmosférico, possivelmente neste segundo semestre. Com isso, as comunidades terão água de qualidade e terão avaliados os impactos na saúde dos beneficiados com a disponibilização dessa tecnologia.  As máquinas foram doadas pela empresa israelense Watergen.

    semiárido

    Escolas receberão água e computadores e internet- Foto: Reprodução/Imagem Ilustrativa

    As instituições de ensino também também receberão uma antena de internet banda larga providenciada pelo Satélite Geoestacionário Brasileiro e computadores doados pelo Programa Computadores para Inclusão, pelo programa Gesac. O projeto terá duração estimada em 18 meses. O projeto é encabeçado pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes. Após uma reunião para discutir o projeto na última segunda-feira, 29 de julho, Pontes se mostrou empolgado e escreveu em suas redes sociais: “Mais um dia de muito trabalho e conquistas”. Os detalhes ainda estão sendo estudados pelos parceiros e não foi informado quantas escolas serão abrangidas pelo projeto.

    reunião

    Reunião mais recente foi feita na última segunda-feira, 29- Foto: Ascom/MCTIC 

    Escolas selecionadas

    A escolha das escolas levará em consideração critérios “de exposição e sensibilidade à seca, risco à saúde e presença de programas parceiros e contrapartida institucional”.
     
    Visita a Israel

    No encontro, Marcelo Morales, secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas, esclareceu que o projeto teve início a partir da visita do ministro Pontes a Israel, em janeiro deste ano. Os trabalhos têm parceria com o Ministério da Saúde, o Ministério do Desenvolvimento Regional e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo a pasta, “o programa foi montado”, para além de levar água de qualidade para essas comunidades, também “estimular a ciência cidadã com o envolvimento da população atendida no monitoramento da qualidade da água e disseminar conhecimentos relacionados ao tema”.

    Atualizada às 10h20
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]