Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Vale se mostra confiante em operações da Samarco no 2º semestre de 2020

    Desde novembro de 2015 a Samarco está com as atividades paralisadas devido ao rompimento da barragem de Fundão em 2015

    Por Plox

    01/08/2019 19h32 - Atualizado há quase 3 anos

    Eduardo Bartolomeo, diretor-presidente da Vale, afirmou durante teleconferência com analistas que está confiante de que a Samarco obterá licença operacional corretiva ainda neste ano, em meados de setembro. Mediante a isto, no segundo semestre de 2020, a pelotizadora, sociedade entre a mineradora brasileira e a BHP,  poderá retomar sua operação. 

    Segundo a Vale, foi recebida a licença relativa à cava de Alegria Sul, no Complexo de Germano. Desde novembro de 2015 a Samarco está com as atividades paralisadas em consequência do rompimento da barragem de Fundão, que resultou em 19 mortes e um rastro de lama pelo Rio Doce. Marcello Spinelli, diretor-executivo de Ferrosos, afirmou que a mina de Brucutu (em São Gonçalo do Rio Abaixo), já está produzindo à plena capacidade (30 milhões de toneladas/ano). A mina havia sido paralisada em janeiro deste ano, pois, a produção de minério de ferro da própria Vale foi atingida pelo rompimento da barragem de Brumadinho, em janeiro.

    Com a volta de Brucutu e Vargem Grande, a Vale tem um ritmo de produção anual de 345 milhões de toneladas e possui expectativa de produzir em ritmo superior no segundo semestre, de acordo com o diretor executivo de Finanças, Luciano Siani.

    Atualizada às 9h47

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]