Brasil

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    PM identifica e recolhe provas em casa de suspeito de homicídio em Santana do Paraíso

    O suspeito franqueou a entrada dos policiais em sua casa, que encontraram um par de tênis sujo de sangue e uma blusa de frio preta com detalhes laranja, que segundo a PM, são semelhantes às verificadas pelas imagens da câmera do posto de gasolina

    Por Plox

    01/08/2023 09h14 - Atualizado há 7 meses

    Na manhã dessa segunda-feira (31), a Polícia Militar foi acionada no bairro Jardim Vitória, em Santana do Paraíso, no Vale do Aço, após populares encontrarem um corpo com sinais de violência caído no interior de uma residência. Após análises periciais, a ocorrência foi registrada como homicídio consumado.

    Os militares entraram em diligências para identificar e localizar o possível autor do assassinato. Após conversar com duas pessoas que trabalhavam em uma obra com a vítima, identificada como Tiago Ramos de Almeida, de 34 anos, a PM chegou ao nome de um suspeito, de 28 anos.

    As testemunhas relataram que viu Tiago, um amigo e outro indivíduo que mora na rua do campo do bairro Águas Claras, bebendo em um posto de gasolina no bairro Jardim Vitória por volta de 2h do último sábado (29).

    O rapaz ainda disse que no domingo (30) pela manhã, quando estava bebendo em um bar, ouviu uma conversa entre os frequentadores do local que o rapaz da rua do Campo do bairro Águas Claras havia chegado na manhã de sábado nas imediações do campo e havia relatado a estas pessoas que entrou em luta corporal com Tiago na residência da vítima e que havia esfaqueado e furado com o uso de uma chave de fenda, descrevendo a cena com riqueza de detalhes àquelas pessoas.

    Os militares descolocaram até a casa do suspeito, que ao ser abordado negou conhecer a vítima, e ter conversado com ela no posto de combustível mencionado. Ele também disse que estava em um veículo e que sequer desceu do carro, no entanto, conforme conta nos registros da PM, as imagens das câmeras do posto de combustível “desmentem o suspeito”.

    O rapaz de 28 anos também negou ter cometido o crime. Ele franqueou a entrada dos policiais em sua residência, que encontraram um par de tênis, cor cinza com laranja, marca New Balance, sujo de sangue e uma blusa de frio preta com detalhes na cor laranja, que segundo a PM, são semelhantes às verificadas pelas imagens da câmera do posto de gasolina.

    Após a autorização do suspeito, foi recolhido os objetos e entregue à Delegacia. Conforme o boletim de ocorrência, por não existirem provas evidentes da autoria do fato, o suspeito foi liberado para seguir seus afazeres cotidianos.

    O caso seguirá sendo investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG).


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]