Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    "A gente não pode sair na rua", diz homem que sofre ameaças após ser confundido com estuprador

    Caso já foi desvendado, verdadeiro criminoso foi preso, porém, as acusações de populares continuam

    Por Plox

    01/09/2021 23h01 - Atualizado há 16 dias

    Um homem de 42 anos, que foi confundido com um estuprador no dia 13 de abril deste ano, disse estar sofrendo ameaças até hoje e estar com medo em voltar para sua casa. Cesar de Jesus Amorim gravou um vídeo relatando o caso e divulgou em sua página no Facebook.

    Na época do crime, uma mulher de 22 anos foi assaltada e violentada, no centro de Belford Roxo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Câmeras de segurança registraram o momento da abordagem do criminoso, que estava armado. 

    Criminoso rendeu a vítima e a levou até um terreno baldio. Foto: reprodução

     

    Cesar foi confundido com o criminoso que aparece na imagem. Foto: reprodução

     

    As imagens repercutiram nas redes sociais e populares começaram a apontar Cesar como o suspeito pelo abuso, inclusive, o homem chegou a ser investigado pela Polícia Civil. Mesmo com a prisão do verdadeiro autor, o “pesadelo” não terminou para Cesar.

    Cesar gravou um vídeo e postou nas redes sociais fazendo um apelo. Foto: reprodução/Facebook

     

    Veja a publicação na íntegra:

    EU E MINHA FAMÍLIA ESTAMOS CORRENDO RISCO DE VIDA!
    VENHO POR MEIO DESTE VÍDEO FAZER A TODOS UM APELO.
    Em abril um caso de estupro alarmou a cidade de Belford Roxo, região em que moro com minha família. Com a repercussão e o apelo popular, fotos do suposto criminoso foram compartilhadas em diversas páginas do facebook e grupos de whatsapp. Enquanto as investigações avançavam fui CONFUNDIDO E APONTADO como criminoso por conta da semelhança física. Nunca imaginei que viveria uma situação como essa. Me submeti a todo processo de investigação e colaborei como pude até à conclusão do caso. O CRIMINOSO FOI ENCONTRADO E PRESO EM MAIO. A justiça foi feita! Mas muitos ainda não sabem e estão me confundido. Eu e minha família tivemos que nos refugiar em outro lugar para proteger a nossa integridade física. Os dias tem sido de muita tensão, dor e sofrimento. Mesmo após a conclusão do caso, NÃO FOI VEICULADO EM NENHUM CANAL/PÁGINA/IMPRENSA A PRISÃO DO CRIMINOSO. Com isso os ataques de ódio e ameaças de morte continuam sendo direcionadas a mim. Estou correndo sério risco de vida e minha família também. Por favor, compartilhem esse vídeo com o máximo de pessoas que conseguirem. Preciso ter minha vida de volta! Em meio às muitas lágrimas, peço a ajuda de vocês para que algo trágico não aconteça. POR FAVOR, COMPARTILHEM ESSE VÍDEO.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]