Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Bandidos tentam assaltar escolta do prefeito de São Paulo e um suspeito morre; veja o vídeo

    Crime ocorre em frente à casa do chefe do executivo; um criminoso está foragido

    Por Plox

    01/09/2021 18h51 - Atualizado há 14 dias

    Dois criminosos tentaram assaltar a escolta do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), porém, os policiais reagiram e um suspeito acabou morrendo. O fato ocorreu na manhã desta quarta-feira (1), em frente à casa do chefe do executivo, em Interlagos, Zona Sul do Estado.

     

    De acordo com as imagens de câmeras de segurança das proximidades, a dupla chegou numa motocicleta e o garupa armado anunciou o assalto. Nesse momento, a policial que estava em pé do lado do veículo de escolta, aparentemente mexendo no celular, reagiu e atirou contra os criminosos. 

    Na sequência, o garupa fugiu a pé, enquanto o condutor fugiu na moto. O outro policial, que até então estava dentro do carro, saiu e foi atrás do indivíduo que correu; ele foi atingido pelos disparos, não resistiu aos ferimentos e morreu. O Corpo de Bombeiros confirmou o óbito no local.

    Ainda segundo as informações, os seguranças estavam aguardando a filha do prefeito para levá-la para a escola, por volta das 6h10. A Prefeitura de São Paulo emitiu uma nota informando sobre o ocorrido e disse que o caso está sendo registrado no 11º DP, em Santo Amaro, para que as providências sejam tomadas. A Polícia Militar continua com o rastreamento na tentativa de localizar e prender o segundo suspeito. 

    Troca de tiros ocorreu em frente à casa do prefeito de São Paulo. Foto: reprodução

     

    Ricardo Nunes (MDB)

    Nunes se tornou prefeito de São Paulo após a morte do titular Bruno Covas. Ele foi vereador da cidade por dois mandatos. Ao se preparar para um terceiro, foi convidado por Covas para ser seu candidato à vice nas eleições seguintes.

    Como vice-prefeito, Ricardo só aparecia publicamente na ausência do chefe do executivo. Em 2 de maio de 2021, ele assumiu o cargo de prefeito interino, por 30 dias, devido à licença de Covas para tratamento de câncer. Bruno morreu no dia 16 de maio e Ricardo assumiu o cargo, com mandato até 31 de dezembro de 2024.

    Ricardo Nunes, de 53 anos. Foto: reprodução/redes sociais
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]