Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Governador Valadares terá praça de pedágio após concessão da BR-381, afirma ANTT

    Ainda haverá outro posto de cobrança na mesma região, em Jaguaraçu, também na 381

    Por Plox

    01/09/2021 19h34 - Atualizado há 20 dias

    Uma das 11 praças de pedágio anunciadas via edital de concessão das BR's 381 e 262, entre Minas Gerais e Espírito Santo, será implantada na cidade de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. A informação foi confirmada pela Agência Nacional Transportes Terrestres (ANTT) nesta quarta-feira (1º). O ponto será na rodovia BR-381.

    Ainda haverá outro posto de cobrança na mesma região, em Jaguaraçu, também na 381. Veja todos abaixo:

    - BR-381/MG: cinco praças de pedágio localizadas em Caeté/MG, João Monlevade/MG, Jaguaraçu/MG, Belo Oriente/MG e Governador Valadares/MG.
    - BR-262/MG: três praças de pedágio localizadas em São Domingos do Prata/MG, Matipó/MG e Reduto/MG
    - BR-262/ES: três praças de pedágio localizadas em Itatiba/ES, Venda dos Imigrantes/ES e Viana/ES.

    Local exato da praça em GV ainda não foi divulgado. Foto: reprodução/ Google Street View

     

    Com edital publicado, a previsão é que o leilão das rodovias ocorra em 25 de novembro. Conforme a agência, será escolhida a empresa que oferecer o menor preço de pedágio. Em seguida, o contrato deverá ser assinado no primeiro trimestre de 2022.

    De acordo com a Agência Nacional Transportes Terrestres (ANTT), o valor da tarifa de pedágio deverá observar o patamar máximo de R$ 0,12477/km, para trechos homogêneos de pista simples, e de R$ 0,17468/km para trechos homogêneos de pista dupla, na data-base de abril de 2019.

    Ainda conforme a ANTT, a atual da malha em estudo abrange 686,10 km de extensão. Entretanto, a partir da execução das obras obrigatórias, que incluem retificação de traçado, o sistema apresentará a extensão total de 670,64 km ao final da concessão.

    Melhorias

    Conforme o Programa de Exploração da Rodovia (PER), as principais melhorias incluem o contorno de Manhuaçu, com 9,74 km de extensão; 402 km de obras de duplicação; 228 km de faixas adicionais; 131 km de vias marginais; 247 melhorias de acessos; 125 correções de traçado; 115 obras de estabilização de taludes; 40 passarelas; 288 paradas de ônibus; três túneis, entre outros.

    O investimento previsto é de R$ 7,37 bilhões e a expectativa é que as obras gerem 109.777 empregos, diretos e indiretos. Outra regra do edital é a oferta de desconto de 5% no valor da tarifa para usuários que pagarem com dispositivos eletrônicos. O assunto ainda não foi aprofundado pela ANTT.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]