Brasil

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Tenente-coronel Mauro Cid "assume tudo" e não acusa Bolsonaro em depoimento, diz advogado

    Depoimento faz parte da investigação sobre as joias recebidas pelo ex-presidente Jair Bolsonaro

    Por Plox

    01/09/2023 17h22 - Atualizado há 6 meses

    O tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, não fez acusações contra o ex-presidente durante seu depoimento à Polícia Federal (PF). A informação foi confirmada pelo advogado de Cid, Cezar Bittencourt, em áudio enviado ao G1 e obtido pelo Metrópoles.

     

    Agência Brasil

    Detalhes do Depoimento

    Mauro Cid foi interrogado por quase 10 horas na sede da PF em Brasília. O depoimento faz parte do inquérito que investiga o caso das joias recebidas por Bolsonaro. De acordo com Bittencourt, o advogado afirmou que seu cliente "assumiu tudo" relacionado à compra das joias e não fez nenhuma acusação de corrupção ou envolvimento suspeito de Bolsonaro.

    Mudança de Versão

    Em entrevista à revista Veja no mês passado, Bittencourt tinha dito que Cid confessaria a venda de joias recebidas por Bolsonaro e que tinha agido apenas após ordens do ex-presidente. No entanto, o advogado voltou atrás e esclareceu que se referia apenas a um relógio Rolex e que Cid não iria "dedurar" o ex-chefe.

    Conclusão

    O depoimento de Mauro Cid surge em um momento delicado para o ex-presidente Jair Bolsonaro, que é objeto de diversas investigações. No entanto, até o momento, não há acusações diretas contra Bolsonaro relacionadas ao caso das joias, pelo menos não provenientes de Cid, segundo seu advogado. Bittencourt também esclareceu que "não tem nenhuma suspeita" contra o ex-mandatário.

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]