Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Polícia Federal cumpre quase 70 mandados contra auditores do setor agropecuário, inclusive Minas

    R$ 19 milhões teriam sido usados para pagar indevidamente planos de saúde e contratos fraudulentos firmados com empresas que representavam o interesse dos fiscais

    Por Plox

    01/10/2019 15h13 - Atualizado há cerca de 2 anos

    Em nove estados do país, foi desencadeada a Operação Carne Fraca, que investiga auditores fiscais da área agropecuária por envolvimento em corrupção passiva, inclusive em Minas Gerais. A força-tarefa foi deflagrada nesta manhã de terça-feira, 1º de outubro, cumpriu quase 70 mandados e se refere à quarta fase da operação, batizada de Romanos. 

    A investigação apura que R$ 19 milhões teriam sido usados para pagar indevidamente planos de saúde e contratos fraudulentos firmados com empresas que representavam o interesse dos fiscais. Os recursos eram repassados em dinheiro vivo, segundo citou a Polícia Federal.

    (foto: Agência Brasil/arquivo)

    Foto: Agência Brasil/Imagem Ilustrativa

    Nesta manhã de hoje, um total de 280 agentes da Polícia Federal fizeram cumprir mandados de busca e apreensão de 68 suspeitos em Minas Gerais, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. O grupo alimentício colaborou com a operação da Polícia Federal, indicando que 60 auditores teriam se beneficiado com as propinas. O esquema teria se encerrado em 2017. A 1ª Vara Federal de Ponta Grossa (PR) foi a responsável pela expedição dos mandados da força-tarefa.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]