Ipatinga

esportes

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Projeto “Bom de Bola, 10 na Escola” será lançado em Ipatinga

    Crianças e adolescentes de áreas da periferia receberão incentivos para prática de handebol e futebol

    Por Plox

    01/11/2019 13h46 - Atualizado há quase 2 anos

    Será lançado na próxima quinta-feira (7), pela Prefeitura de Ipatinga, numa iniciativa da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, o Projeto “Escola de Esportes: Bom de Bola, 10 na Escola”. A execução do projeto é feito por meio do Instituto Cultural Usiminas por Lei de Incentivo ao Esporte. 

    O projeto-piloto acontecerá em dois locais: Morro São Francisco, na região do Bethânia, e Morro do Serra Dourada, no bairro Bom Jardim. Crianças e jovens de 7 a 17 anos residentes nestas regiões poderão se inscrever para a prática das modalidades de handebol e futebol. Ao todo, serão oferecidas 200 vagas para as duas localidades.

    PMI-esportesFoto: divulgação

    Na manhã dessa quinta-feira (31), o prefeito Nardyello Rocha e o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Carlão de Oliveira, estiveram na quadra de esportes da rua Saigon para apresentarem a novidade à comunidade.

    De acordo com a prefeitura, cem fichas de inscrição serão entregues à Associação de Moradores do Morro São Francisco, que ficará responsável por indicar as crianças e adolescentes do local que participarão do projeto. 

    As aulas acontecerão sempre às terças e quintas-feiras. Os inscritos ainda participarão de palestras relacionadas com o combate às drogas, importância da escola e valores de família. 

    O prefeito Nardyello Rocha pontuou que a ação faz parte de uma política de governo. “Nós buscamos o apoio da Usiminas, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, para levarmos o projeto aos bairros, principalmente àqueles de maior vulnerabilidade, onde as crianças normalmente têm menos acesso a oportunidades como essa”, disse.

    As crianças e adolescentes que participarem do projeto irão receber uniforme completo, com camisa, calção e meias. Além disso, dois professores de Educação Física foram contratados para trabalhar como monitores.

    “Os requisitos para fazer parte do programa são morar nos locais previstos, estar regular na escola e ter de 7 a 17 anos, do sexo masculino ou feminino. E eles mesmos irão poder escolher a modalidade”, detalhou o prefeito. 
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]