Brasil

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Disparos de arma de fogo resultaram na prisão de duas mulheres

    Motivos pessoais levaram ao disparo de arma de fogo

    Por Plox

    01/11/2023 10h07 - Atualizado há 4 meses

    Nesta segunda-feira (30), aproximadamente às 18 horas, na rua Samuel de Moura, no bairro São Paulo, em Governador Valadares-MG,  foi presa uma mulher de 26 anos, por disparos de arma de fogo em via pública. A irmã da autora, uma mulher de 29 anos, também foi presa como cúmplice. A polícia militar apreendeu, ainda, um revólver calibre .38 SPL (atualmente considerado restrito), municiado com 4 cartuchos do mesmo calibre, sendo 2 intactos e 2 deflagrados.

    Conforme a vítima, uma mulher de 35 anos, a motivação para o ato seria pela sua discordância em relação a um suposto relacionamento entre seu genitor e a autora dos disparos. Ao tentar conversar com a autora sobre o relacionamento, esta teria ficado insatisfeita e dito que iria buscar uma arma de fogo para atirar na vítima. A autora retornou e efetuou os disparos em frente à casa da vítima.

    Outro fato motivador, segundo relatado na ocorrência policial, seria uma suposta agressão praticada pela vítima contra o filho da autora, fato negado pela vítima.

    A autora foi encontrada escondida em um banheiro na residência de seu irmão, que foi arrolado como testemunha. Com autorização e acompanhamento de outra testemunha, que é companheiro da autora, o imóvel do casal foi vistoriado. A polícia militar encontrou no quarto da autora, um revólver calibre .38 SPL (atualmente considerado restrito), municiado com 4 cartuchos do mesmo calibre, sendo 2 intactos e 2 deflagrados.

    Foto: Polícia Militar

    A autora confirmou ter efetuado os disparos para o alto na via pública, mas alegou tê-lo feito para evitar ser agredida pela vítima. A autora declarou que após o ocorrido, deixou a arma na residência da sua irmã. Foi negado que a autora tivesse acessado o imóvel da irmã após o fato.

    Populares que não quiseram se identificar, afirmaram que após os disparos, a autora teria passado a arma de fogo para sua irmã que se deslocou até a residência da autora, onde deixou o armamento.

    As irmãs foram conduzidas até esta Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido, para as providências cabíveis.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]