Brasil

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Adolescente é apreendido com 130 comprimidos de ecstasy em Coronel Fabriciano

    Segundo a Polícia Militar, ele foi apontado, por meio de denúncia, como um dos responsáveis pelo ponto de tráfico que estava funcionando numa casa abandonada na Avenida Minas Gerais, no bairro Silvio Pereira 1

    Por Plox

    02/02/2024 19h05 - Atualizado há 28 dias

    Um adolescente foi apreendido por ato infracional análogo ao tráfico de drogas em Coronel Fabriciano, no fim da tarde dessa quinta-feira (02). Segundo a Polícia Militar, ele foi apontado, por meio de denúncia, como um dos responsáveis pelo ponto de tráfico que estava funcionando numa casa abandonada na Avenida Minas Gerais, no bairro Silvio Pereira 1. Ao serem feitas as buscas no imóvel, os militares flagraram 131 comprimidos que aparentam ser de ecstasy, barras de substância esverdeada semelhante à maconha, porções menores prontas para serem comercializadas, balanças, além de sacolas que são utilizadas para embalar entorpecentes.

     

    O flagrante

    A partir das denúncias, a equipe monitorou o local e visualizou o menor infrator, que já é amplamente conhecido no meio policial pela prática de crimes diversos, saindo da casa. Após algum tempo de rastreamento, o adolescente foi abordado na rua Vitória Régia, enquanto outra equipe se deslocou até a casa para verificar se a denúncia era procedente. Foi realizada busca no interior do imóvel e encontrando vasto material de tráfico de drogas.

    Foto: Polícia Militar

     

    Diante do exposto, ao menor foi dada voz de apreensão pelo ato infracional análogo ao tráfico de drogas e, posteriormente, encaminhado até a sede do batalhão para registro da ocorrência. Ao ser perguntado, ele informou que não possui carteira de identidade. A sua representante legal acompanhou a ocorrência.


    Drogas em carrinho de brinquedo e em garrafa de café são apreendidas no Leste de Minas
    Cerca de 180 comprimidos de ecstasy, que estavam escondidos dentro de um carrinho de brinquedo, foram apreendidos, em Governador Valadares, na tarde dessa quinta-feira (01). Segundo o sargento Costa, da Polícia Militar, a droga provavelmente seria comercializada durante o Carnaval. Um jovem, de 21 anos, foi preso. E em Conselheiro Pena, também na região leste de Minas Gerais, 62 pinos de cocaína foram encontrados dentro de uma garrafa de café. A droga estava na casa de uma família que teria se mudado para cidade para comercializar entorpecentes. Mãe, namorado e o filho dela, de 16 anos, foram presos.


     

    Foto: Polícia Militar

    180 comprimidos de ecstasy
    Durante a Operação Férias Seguras 2024, com o objetivo de coibir crimes violentos bem como o tráfico de drogas, os militares patrulhavam pela Rua Mato Grosso, no bairro de Lourdes, em Governador Valadares, quando se depararam com um indivíduo em atitude suspeita, segurando uma caixa. Ao perceber a presença policial, o indivíduo saiu correndo para dentro de uma residência e de imediato, os militares partiram atrás e o viram jogando a caixa sobre um telhado. O pacote foi foi arrecadado e aparentava ser uma encomenda entregue via correios. 
    Ao averiguar o que havia dentro da caixa, os militares encontraram um carrinho de brinquedo e dentro deste carrinho havia um pacote contendo 180 comprimidos de substância semelhante a ecstasy( cada comprimido no formato de abacaxi). A droga foi apreendida e o jovem, de 21 anos, foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia.

     

    Foto: Reprodução / Polícia Militar


    Droga escondida na garrafa térmica
    A Polícia Militar recebeu uma denúncia de que três pessoas teriam se mudado para Conselheiro Pena para comercializar drogas. Segundo o boletim de ocorrência, a mulher, de 36 anos, o namorado, de 21, e o filho dela, de 16 anos, alugaram uma casa em frente a delegacia da Polícia Civil e uma praça da cidade.
    Após receber as informações, os militares realizaram monitoramento e viram o adolescente com uma garrafa térmica em mãos andando em direção à casa alugada. Durante abordagem, foi desenroscado o fundo da garrafa e encontrados 62 pinos de cocaína e R$ 25.

    A polícia informou que o adolescente seria responsável pela venda dos entorpecentes por ser menor de idade. Já a mãe e o padrasto, ficariam responsáveis por guardar as drogas. Mas segundo a PM, eles negaram envolvimento no crime.
    Na casa usada para o tráfico, os militares encontraram 43 pedras de crack, duas buchas de maconha, dois recipientes com loló, R$ 976,70, três aparelhos celulares, dois rolos de papel celofane e um rolo de papel alumínio.
     

    Foto: Reprodução / Polícia Militar
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]