Dicas essenciais para um Carnaval saudável e seguro

Especialistas compartilham recomendações para evitar problemas comuns durante a folia

Por Plox

02/02/2024 10h22 - Atualizado há 4 meses

O Carnaval é um período de festa intensa, mas os cuidados com a saúde não devem ser negligenciados. Entre os alertas de especialistas, estão medidas preventivas contra desidratação, insolação, e mais. Veja abaixo como curtir a folia com segurança.

Foto: Plox

A exposição prolongada ao sol nos blocos de Carnaval aumenta o risco de insolação, com sintomas variando de tontura a desmaios. Caroline Semerdjian, dermatologista, recomenda proteção solar adequada e hidratação constante para minimizar os riscos. "Em 40 minutos a uma hora, a queimadura já pode acontecer sem proteção solar", alerta.

A desidratação é outro perigo, agravado pelo consumo de álcool. Feres Chaddad, da Unifesp, enfatiza a importância da hidratação, especialmente em um ambiente de festa onde o álcool é prevalente. "Quando o indivíduo ingere álcool, ele acelera o processo de desidratação", explica.

A ressaca, consequência da ingestão excessiva de álcool, pode ser evitada com moderação e hidratação. Dicas incluem não beber de estômago vazio e alternar doses de bebida com água.

O Carnaval também aumenta o risco de ISTs, transmitidas não só por relações sexuais, mas também por beijos. Precauções incluem observar sinais visíveis de infecções nos parceiros e manter-se atualizado com vacinas disponíveis.

Com o aumento de casos de dengue, a prevenção torna-se crucial durante o Carnaval. O uso de repelente e a eliminação de água parada são medidas simples para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Além das recomendações médicas, levar itens como protetor solar, chapéu, e repelente pode fazer a diferença para um Carnaval mais seguro e agradável.



 

Destaques