Zema solicita encontro com Lula em visita Presidencial a Minas Gerais

Pedido busca discussão sobre temas regionais e renegociação de dívida estadual com a União

Por Plox

02/02/2024 14h57 - Atualizado há 4 meses

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), enviou um ofício ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), solicitando uma reunião durante a visita oficial do presidente ao estado, prevista para a próxima semana. O anúncio foi feito pelo vice-governador Mateus Simões (Novo), que destacou a importância do encontro para tratar assuntos pertinentes a Belo Horizonte, à região metropolitana e, especialmente, ao estado de Minas Gerais.

Durante a cerimônia de assinatura do termo que reconhece o Samba Mineiro como Patrimônio Cultural Imaterial de Minas, Simões ressaltou a tradicional hospitalidade mineira, assegurando que a recepção ao presidente Lula seguirá o padrão acolhedor pelo qual o estado é reconhecido. "Somos um dos melhores destinos em termos de receber e não vai ser diferente, obviamente, com o presidente da República, que é muito bem-vindo", afirmou Simões.

A data exata do encontro entre Zema e Lula ainda não foi confirmada, aguardando-se um sinal do Planalto. Lula tem viagem marcada para Juiz de Fora, na Zona da Mata, na quarta-feira, chegando a Belo Horizonte apenas na quinta-feira.

Dívida com a União

A reunião entre Zema e Lula poderá marcar a primeira oportunidade de diálogo direto entre o governador e o presidente sobre a renegociação da dívida de Minas Gerais com a União, que ultrapassa R$ 160 bilhões. Recentemente, foram criados dois grupos de trabalho pela Secretaria Nacional do Tesouro para analisar propostas de renegociação, incluindo a federalização de estatais mineiras como Cemig, Copasa e Codemig, sugerida como parte do pagamento da dívida.

Esses grupos também revisarão o Plano de Recuperação Fiscal proposto pelo estado, adaptando-o às condições atuais, após o Supremo Tribunal Federal prorrogar o prazo para adesão ao Regime de Recuperação Fiscal até 20 de abril. A iniciativa reflete os esforços do governo estadual para encontrar soluções viáveis para a situação fiscal desafiadora de Minas Gerais.

Destaques