Brasil

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Brasileiro preso em Lisboa com carne humana alega participação em ritual de canibalismo

    Autoridades holandesas descartam que a carne encontrada na mala do mineiro Begoleã Fernandes seja de vítima de homicídio

    Por Plox

    02/03/2023 19h09 - Atualizado há 12 meses

    O mineiro Begoleã Fernandes, de 26 anos, preso no aeroporto de Lisboa, em Portugal, na última segunda-feira (27), afirmou que carregava carne humana como prova. O jovem é suspeito de matar outro brasileiro na Holanda, mas a carne encontrada na mala não seria da mesma pessoa. 

     

    Foto: reprodução

     

    De acordo com o jornal português Correio da Manhã, a carne encontrada é de fato humana, mas as autoridades holandesas descartam que ela seja de Alan Lopes, vítima de homicídio. Begoleã tinha como destino final Belo Horizonte, mas foi preso em flagrante por falsificação de documentos, uma vez que estava com uma identidade italiana. Após a sua prisão, as autoridades encontraram pedaços de carne na sua bagagem.

    No entanto, Begoleã alegou ter levado a carne humana como prova da participação de outra pessoa em um ritual de canibalismo. Ele confessou ter matado Alan Lopes a facadas no último domingo (26) na Holanda, alegando legítima defesa. Segundo o suspeito, Alan tentou matá-lo após oferecer carne humana para consumo e mostrar vídeos de canibalismo.

     

    Foto: reprodução

     

    A mãe de Begoleã, Carla Pimentel, afirmou à imprensa portuguesa que aconselhou o filho a fugir para o Brasil. Já a polícia holandesa confirmou que a carne encontrada com o suspeito não pertencia a Lopes. As autoridades portuguesas e holandesas ainda investigam o caso, mas o brasileiro pode ser extraditado para a Holanda para responder pelo crime de homicídio.


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]