Publicidade

Ministério Público faz doação para compra de 1.600 testes rápidos a Ipatinga

02/04/2020 16:39

Publicidade

O município de Ipatinga celebrou a entrega de recursos na manhã desta quinta-feira (2), para aquisição de 1.600 kits de testes rápidos de identificação do coronavírus. A doação, feita pelo Ministério Público, foi acompanhada ainda pela secretária municipal de Saúde, Érica Dias, em encontro com os representantes da Promotoria na sede da instituição, no bairro Cariru. 

Os testes têm como objetivo facilitar a contagem de eventuais infectados entre os casos suspeitos de coronavírus no município, de modo a ampliar a visão da situação epidemiológica local. A previsão é de que os materiais cheguem à cidade dentro dos próximos 12 dias. Depois de coletadas as amostras, os resultados de cada coleta de material serão realizados conforme protocolo. 

WhatsApp Image 2020-04-02 at 17.06.19Foto: Divulgação PMI
 

De acordo com o promotor de Justiça e curador da Saúde no município, Rafael Pureza, os recursos que garantem a aquisição dos testes rápidos foram canalizados de um Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o MP e projetos sociais que o órgão tem em andamento.

“É uma contribuição pequena, tendo em vista a dimensão do problema, mas simbólica para que a sociedade possa entender que o MP deseja somar esforços com o município, enquanto ele estiver seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde e as deliberações estaduais, além de servir de exemplo para que outras instituições possam se empenhar em fazer o mesmo”, disse o promotor. 

Urgência

A secretária de Saúde de Ipatinga, Érica Dias, informou que para realizar a compra dos testes doados pelo Ministério Público o município está seguindo todos os padrões de aquisição por licitação, ainda que o processo seja dispensado no atual momento devido à situação de emergência. 

“Avaliamos o preço e o prazo de entrega do produto, procedimento comum em um processo de compra por meio de licitação, mas é claro que, devido à urgência, o fornecedor que apresentou o menor tempo para fornecimento do material obteve vantagem. Em breve os kits já estarão disponíveis para uso, trazendo um ganho enorme para a saúde pública em dias de pandemia do coronavírus”, pontuou. 

A secretária também antecipou que a equipe técnica epidemiológica do município elaborou um projeto descritivo no qual está detalhado o protocolo de utilização dos testes nos pacientes. Além de ser utilizado no fluxo interno das atividades hospitalares, o documento foi entregue também ao Ministério Público. 

“Para quem já saiu da quarentena, independente de ter feito ou não o outro teste e de não ter saído o resultado, nós não vamos fazer o teste rápido”, explicou a secretária.
 



Publicidade