Homem é preso após ser visto matando e comendo rosto da vítima

O ataque ocorreu em um estacionamento de uma loja de conveniência, onde Colin, supostamente, matou um homem e, em seguida, praticou atos de canibalismo com a vítima.

Por Plox

02/05/2024 15h37 - Atualizado há cerca de 2 meses

Colin Czech, um homem de 29 anos, foi detido no último domingo (29), acusado de um crime brutal em Las Vegas, Nevados, Estados Unidos. O ataque ocorreu em um estacionamento de uma loja de conveniência, onde Colin, supostamente, matou um homem e, em seguida, praticou atos de canibalismo com a vítima.

Reprodução/Redes Sociais

Segundo informações da polícia local, Colin derrubou a vítima no chão e repetidamente bateu a cabeça dela contra o concreto. Testemunhas oculares e um funcionário da loja 7-Eleven, que presenciou o início do ataque, chamaram rapidamente as autoridades. A situação escalou para um cenário ainda mais macabro quando, cerca de 45 minutos após o primeiro avistamento, Colin foi encontrado em outro local próximo, ainda consumindo partes do rosto da vítima.

As autoridades chegaram ao local e encontraram a vítima já sem vida, "sem resposta e sangrando na cabeça", enquanto Colin estava perdendo a consciência. Ele foi imediatamente levado ao Centro Médico Universitário para atendimento.

Na unidade de saúde, Colin apresentou um comportamento perturbado, alegando ser morador de rua e que havia brigado com um "metamorfo". Ele também mencionou ouvir vozes. Aos detetives, confessou ter comido o globo ocular e as orelhas da vítima. Com a gravidade dos fatos e o estado mental questionável do acusado, seu advogado solicitou uma avaliação de saúde mental durante a apresentação de Colin ao tribunal na última quarta-feira, dia 1° de maio. A avaliação determinará se ele possui capacidade mental para enfrentar as acusações ou se deverá ser encaminhado para tratamento em um hospital psiquiátrico.

 

 

 


 

Destaques