Perigos urbanos: o risco da liberdade para gatos nas ruas

Conheça os perigos que ameaçam a saúde e segurança dos felinos ao ar livre

Por Plox

02/05/2024 12h07 - Atualizado há cerca de 1 mês

Os gatos domésticos que têm a liberdade de explorar as ruas enfrentam uma série de perigos que podem comprometer seriamente sua saúde e segurança. Entender esses riscos é crucial para os tutores que desejam garantir o bem-estar de seus pets. Confira os principais riscos associados ao acesso livre dos gatos às áreas externas:

 

Atropelamentos: Uma das maiores ameaças para os gatos que circulam livremente pelas ruas é o risco de atropelamento. Frequentemente, esses animais podem atravessar vias movimentadas sem reconhecer o perigo, resultando em acidentes graves ou fatais.

 

Confrontos com outros animais: Os gatos que vagam pelas ruas podem se envolver em brigas com outros gatos, cães ou até animais selvagens. Tais confrontos são especialmente comuns entre machos não castrados, que muitas vezes disputam território, podendo resultar em feridas profundas e infecções.

 

Risco de envenenamento: Ao explorar o ambiente externo, os gatos podem entrar em contato com substâncias tóxicas, como pesticidas, produtos químicos de jardinagem, plantas venenosas ou alimentos estragados, que são extremamente prejudiciais à saúde dos felinos.

 

Exposição a doenças contagiosas: Os gatos que têm contato com outros animais nas ruas podem contrair doenças infecciosas, como o vírus da imunodeficiência felina (FIV) e a leucemia felina (FeLV). Mariana Paraventi, veterinária da Petland&Co, enfatiza que o simples ato de compartilhar comedouros ou envolver-se em brigas aumenta significativamente o risco de transmissão dessas doenças.

 

Parasitas: A exposição a ambientes externos aumenta a vulnerabilidade dos gatos a parasitas como pulgas, carrapatos e vermes. Estes não só causam desconforto, como também podem transmitir doenças graves, como erliquiose e micoplasmose, alerta Valéria Natascha Teixeira, professora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

 

Roubo e maus-tratos: Infelizmente, gatos que passeiam pelas ruas também estão sujeitos a riscos de roubo ou maus-tratos por parte de pessoas com intenções maliciosas, o que pode levar à perda permanente do animal.

A compreensão desses riscos é fundamental para os tutores que precisam tomar decisões informadas sobre a segurança e o bem-estar de seus gatos, optando por manter os animais em ambientes mais controlados e seguros.

Destaques