Brasil

inusitado

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Carro mais seguro do mundo pega fogo e motorista "desfila" com veículo

    Carcaça de luxo perambula por capitais brasileiras

    Por Plox

    02/06/2023 12h04 - Atualizado há 9 meses

    Um proprietário inconformado está fazendo uma espécie de "tour de protesto" com os destroços de seu carro Volvo modelo XC 40, avaliado em R$ 300 mil. O passeio, que começou em maio, já passou pelas ruas de Belo Horizonte e agora chegou a São Paulo, com o veículo estacionado diante de várias concessionárias da marca.

     

    De viagem a família à carcaça queimada

     

    Foto: redes sociais


     

    No início deste ano, enquanto a família do proprietário se deslocava para Búzios, na região dos Lagos do Rio de Janeiro, o veículo sofreu um incêndio próximo a Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, e acabou completamente destruído. O dono, que preferiu manter seu anonimato, declarou seu espanto e incredulidade ao ver "o carro mais seguro do mundo pegando fogo e virando cinzas".

     

    Foto: redes sociais


     

    Protesto e controvérsia em relação à causa do incêndio

     

    Foto: redes sociais

    Após o incidente, o proprietário tentou acionar a garantia do veículo junto à montadora, a qual era válida até maio. No entanto, a Volvo, após avaliação, argumentou que não encontrou falhas de fabricação que pudessem ter causado o incêndio.

    Insatisfeito, o dono do veículo criou uma conta no Instagram para expor o caso e começou a mover a carcaça queimada do Volvo para a frente de concessionárias em forma de protesto, com uma mensagem provocativa colada ao veículo: "Vendo! Promoção pegando fogo!".

     

    Foto: redes sociais


     

    A Volvo, em comunicado, explicou que a perícia determinou que o incêndio foi causado por "fatores externos", e, por isso, os danos não seriam cobertos pela garantia. A empresa também afirmou que ofereceu ao proprietário condições especiais para a compra de um novo carro, oferta que foi recusada. A montadora, no entanto, não especificou quais seriam esses "fatores externos", levantando a possibilidade de um possível mau uso do veículo como causa do incêndio.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]