Brasil

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Investigação revela desvios em contratos de robótica na educação

    Segundo informações obtidas durante a investigação, a Megalic teria sido responsável por 67% das contratações para fornecimento de kits de robótica às escolas públicas de Alagoas.

    Por Plox

    02/06/2023 08h04 - Atualizado há 9 meses

    A mais recente ofensiva da Polícia Federal e da Controladoria-Geral da União, a Operação Hefesto, gerou um abalo significativo no cenário político brasileiro. Entre as principais revelações está o envolvimento da empresa Megalic, de propriedade de Edmundo Catunda, estreitamente associada ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Segundo informações obtidas durante a investigação, a Megalic teria sido responsável por 67% das contratações para fornecimento de kits de robótica às escolas públicas de Alagoas.

     

    Recursos Direcionados e Esquema de Superfaturamento

    Representantes da Polícia Federal expuseram que a maior parte do orçamento destinado à aquisição de materiais de robótica foi direcionada à Megalic. "As citadas contratações teriam sido ilicitamente direcionadas a uma única empresa fornecedora dos equipamentos de robótica, por meio da inserção de especificações técnicas restritivas nos editais dos certames e de cerceamento à participação plena de outros licitantes", esclareceu a PF.

    Além disso, indícios apontam para movimentações financeiras suspeitas, o que sugere a possível ocultação e dissimulação de valores provenientes de atividades ilícitas. "A investigação identificou que foram realizadas movimentações financeiras para pessoas físicas e jurídicas sem capacidade econômica e sem pertinência com o ramo de atividade de fornecimento de equipamentos de robótica", acrescentou a corporação.

    Outras Figuras Ligadas a Arthur Lira no Radar da Operação

    Luciano Ferreira Cavalcante, assessor lotado na liderança do PP na Câmara, também aparece nas investigações da Operação Hefesto. Cavalcante já ocupou o cargo de servidor comissionado do escritório de apoio do então senador Benedito de Lira (PP-AL), pai do atual deputado. Glaucia, esposa de Cavalcante, também já foi assessora de Lira e figura entre os investigados.

    Após Alagoas, Pernambuco se destacou como o segundo estado com maior volume de recursos destinados à compra de kits de robótica, totalizando 13% da verba investigada.

    Lavagem de Dinheiro e Tentativas de Burlar o Coaf

    A investigação da PF se aprofunda também em uma segunda fase do esquema, direcionada ao possível ato de lavagem de dinheiro. Detectaram-se transações financeiras fracionadas, abaixo de R$ 50 mil, um padrão comum usado para escapar da vigilância do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

    Destaca-se ainda a apreensão de um grande volume de dinheiro em espécie durante a ação, com notas de R$ 50 e R$ 100 encontradas dentro de uma mala no endereço de um dos alvos em Brasília. A origem e o destino destes valores estão sendo investigados.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]