Atendimentos na terceira UTI do Hospital Márcio Cunha são iniciados

02/08/2019 10:12

O Ministério da Saúde credenciou 10 novos leitos de UTI Adulto para pacientes pelo SUS

Publicidade

Os novos leitos de Terapia Intensiva Adulto (UTI) do Hospital Márcio Cunha (HMC) começaram a funcionar nessa quinta-feira (01). Para isso, uma terceira Unidade, localizada no sétimo andar do HMC I, foi criada, exclusiva para atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). 

Atualmente, o HMC conta com 40 leitos de UTI (25 deles voltado ao SUS) e 20 de Enfermaria de Cuidados Intermediários Pediátrica (sendo 15 SUS). A implantação representa um avanço para a população de 1,6 milhões de habitantes de 88 municípios das regiões Leste e Nordeste de MG, que tem o Márcio Cunha como referência para atendimentos de emergências e alta complexidade. “O credenciamento dos serviços potencializa a entrega do resultado assistencial da unidade. Com a terceira Unidade de Terapia Intensiva do HMC vamos conseguir atender a uma parcela maior de pacientes, com a qualidade e excelência do hospital”, afirma a superintendente do Hospital Márcio Cunha, Thatiane Oliver Ticom.

Já está em pleno funcionamento os 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI) no Hospital Márcio Cunha (HMC). (Foto: divulgação)

Já está em pleno funcionamento os 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI) no Hospital Márcio Cunha (HMC). (Foto: divulgação

Os novos leitos foram instalados em uma área reestruturada no sétimo andar do HMC I. “Os serviços foram acomodados em um local que era utilizado como intermediária. O espaço foi reestruturado, os processos reajustados e as equipes preparadas para atuar na nova unidade. É de grande importância o HMC contar com mais uma Unidade de Terapia Intensiva, pois é um hospital de alta complexidade em diversas especialidades. O aumento da capacidade de atendimento beneficiará toda a região”, ressalta o médico intensivista e gerente de cuidados especiais do HMC, Marconi Franco da Silveira.

A implantação dos novos leitos foi intermediada junto ao ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta pelos deputados federais, Enéias Reis do PSL e Domingos Sávio do PSDB. 
 



Publicidade