Mulher é condenada a 32 anos de prisão por matar as filhas pequenas

02/08/2019 11:33

No dia seguinte à morte das irmãzinhas, a mulher aceitou 41 pedidos de amizade em redes sociais

Publicidade

A inglesa Louise Porton, de 23 anos, foi condenada pela morte de suas próprias filhas pequenas, em Birmingham (Inglaterra). As meninas assassinadas pela mãe tinham apenas 1 ano e meio e a mais velha, 3 anos de idade.

A pena de Louise foi de 32 anos de reclusão, após ter passado mais de um mês em julgamento, até a sentença final. O pai das garotinhas, Chris Draper, questionou no tribunal: "Como Louise foi pôde fazer algo tão terrível às minhas duas lindas filhas?”.

Louise Porton / Redes sociais

Mãe matou as duas crianças na Inglaterra- Foto: Louise Porton/Redes sociais 

A suspeita é de que a mulher tenha matado as crianças com algo que teria interrompido a respiração das meninas, conforme os laudos pós-morte. A polícia disse que a mulher demorou a pedir socorro e sua ligação foi vista pelas autoridades como "calma e atrasada".

A motivação e as causas dos assassinatos não foram definidas, mas enquanto as pequenas estavam internadas, lutando para sobreviver, Louise estava ativa nas redes sociais. No dia seguinte à morte das irmãzinhas, a mulher aceitou 41 pedidos de amizade. 

Atualizada às 12h19
 



Publicidade