Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Família de homem encontrado enforcado em cela contesta suicídio

    Marcos tinha uma filha de três anos

    Por Plox

    02/09/2019 15h22 - Atualizado há cerca de 2 anos

    O autônomo Marcos Vinícius Gouvea Gomes, de 33 anos, foi encontrado morto na última quinta-feira, 29 de agosto, enforcado  em uma  uma cela da 32ª Delegacia de Polícia em Taquara (RJ). No entanto, o que foi descrito pela polícia como suicídio cometido por Marcos com a própria camisa, é contestada pelo irmão dele, Jorge Gomes, de 36 anos. 

    Marcos era dependente químico e tinha problemas com alcoolismo, mas, tinha ido para uma clínica para tratamento e ganhou liberdade no final de agosto. Ele havia ficado lá pouco mais de um mês, segundo o irmão dele. Marcos tinha uma filha de três anos.

    Marcos Vinícius Gouvea Gomes foi encontrado morto, quinta-feira, numa cela da 32ª DP (Taquara) - Reprodução do Facebook

    Marcos morreu dentro de uma cela da prisão- Foto: Facebook/Reprodução

    Jorge diz que a camisa ainda não foi entregue à família, nem o protocolo de atendimento feito pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que teria sido chamado, além do depoimento do jovem que estava na mesma cela com ele no dia. Para ele, o caso soa “tudo muito estranho". Um dos questionamentos de Jorge é: "Como alguém se enforca e outro rapaz no mesmo ambiente não ouve? Tem tantos pontos mal entendidos nesta história que precisam ser esclarecidos". 

    O irmão, porém, não sabe informar se a camisa era de Marcos, pois ainda não a viu. “Minha irmã que morava com ele conhece todas as roupas, queremos ver que camisa é essa. Nós queremos um posicionamento. A delegacia se limitou a dizer que não ia se manifestar e que seria aberto inquérito para apurar os fatos. Existe uma série de coisas que aconteceram ao longo desses últimos dias que para nós não foram esclarecidas. Estão todos muito incomodados, inquietos. Meu irmão foi parar na delegacia por causa de uma briga de trânsito e por não ter pagado 10 reais num posto de gasolina. Saiu de lá morto menos de 12 horas depois".

    Entenda o caso

    Marcos morava com os pais na zona norte do Rio, em Cachambi, e na última quarta-feira, avisou que iria se encontrar com uma mulher em Jacarepaguá. Ele pegou o carro dos pais, sem que eles liberassem, e foi ao encontro. Ele não dormiu em casa e ao voltar dirigindo para a casa dos pais, bateu na traseira de um veículo e após fugir, o motorista o perseguiu. Ao parar em um posto de gasolina, mesmo sem ter dinheiro, pediu que o frentista colocasse R$ 10 de combustível. O motorista o alcançou e discutiu com ele. A Polícia Militar foi até o local. Tanto o motorista quanto os policiais disseram que Marcos parecia "estar sob efeito de álcool ou substância entorpecente, estando com os olhos vermelhos e cambaleando". Marcos acabou sendo preso.
     

    Atualizada às 14h39

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]