Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Macrorregiões se mantêm nas mesmas ondas do Minas Consciente nesta semana

    Treze seguem no nível mais flexível do plano e uma na onda intermediária

    Por Plox

    02/09/2021 21h08 - Atualizado há 19 dias

    Após reunião do Comitê Extraordinário Covid-19 nesta quinta-feira (2), ficou definido que todas as macrorregiões de Saúde de Minas continuarão nas mesmas ondas em que já estão. Assim, das 14 regionais, 13 seguem na Onda Verde e apenas uma seguirá na Onda Amarela.

    De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Triângulo do Norte, Nordeste, Leste, Centro, Centro-Sul, Oeste, Sul, Sudeste, Vale do Aço, Jequitinhonha, Norte e Noroeste seguem na onda mais flexível do plano; e apenas o Triângulo do Sul continua na intermediária. As regras valem a partir de sábado (4).

    Manutenção das macrorregiões nas mesmas ondas, segundo o Estado, foi possível devido à melhora dos indicadores da pandemia. Foto: reprodução/ Pixabay

     

    A manutenção das macrorregiões nas mesmas ondas, segundo o Estado, foi possível devido à melhora dos indicadores da pandemia, como o avanço da vacinação e a queda de 10% na taxa de incidência da doença em Minas nos últimos dias.

    Vacinação

    Durante a reunião, o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, afirmou que a expectativa é que todos os mineiros adultos tenham tomado a segunda dose da vacina até novembro. 
    Atualmente, entre as pessoas acima de 18 anos, a cobertura vacinal da primeira dose chega a 80,38%. Já a da segunda dose e/ou dose única está em torno de 35,67%.

    “A incidência da doença hoje é igual ao pico de 2020. Estamos batendo, agora, com tendência de queda. A grande diferença é que naquele momento ainda não tínhamos vacina. Atualmente, as notificações estão em baixa, o que indica que menos pacientes estão procurando atendimento médico”, afirmou.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]