educação

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Jovem de Embu das Artes conquista bolsa nos EUA com redação sobre maracujá

    Estudante de química encontra sua vocação após resolver mistério de alergia na família

    Por Plox

    02/09/2023 11h17 - Atualizado há 6 meses

    Embu das Artes é a cidade de origem de Raíssa Leal, uma jovem de 18 anos que conseguiu uma bolsa integral para estudar química na Universidade Stetson, nos Estados Unidos. O que chama atenção nesse feito é a forma como ela conquistou a bolsa: por meio de uma redação sobre maracujá.

    ARQUIVO PESSOAL

    Descoberta que levou à ciência

    A paixão de Raíssa pela química surgiu em casa, quando sua irmã mais nova apresentou reações alérgicas ao mousse de maracujá feito pela avó. Raíssa então decidiu fazer um "processo científico: levantar a hipótese e fazer as testagens, obter resultados, analisá-los e concluir algo", como ela mesma conta. A substituição do suco em pó por suco natural mostrou-se eficaz, curando a alergia da irmã.

    A importância do maracujá

    Segundo Raíssa, o maracujá "representa cuidar de outras pessoas e também ser parte de um grupo". Ela acredita que essa fruta simboliza diversos valores que ela carrega consigo e pretende manter durante sua trajetória. "No texto, coloquei que o maracujá tem várias sementes, assim como eu. Por isso, eu quero cultivá-las e fazer com que cada uma cresça", disse a estudante.

    Preparação e futuro

    Raíssa foi selecionada após passar por um programa do Departamento de Estado dos Estados Unidos, que incluía reuniões semanais, aulas e workshops. Foi durante uma das reuniões com seu orientador que surgiu a inspiração para a redação que eventualmente lhe garantiu a bolsa. Ela já está nos Estados Unidos e iniciou suas aulas na Universidade Stetson, com planos de seguir carreira na indústria farmacêutica.

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]