Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Clube Alfa é vendido para pagar dívidas trabalhistas 

    Para que o negócio seja efetivado, 30 % do valor deve ser pago ser feito até a próxima segunda-feira (7)

    Por Plox

    02/10/2019 18h42 - Atualizado há cerca de 2 anos

    Nesta quarta-feira (2), o Clube Alfa, em Timóteo, foi vendido para um grupo de empresários do Vale do Aço

    O Clube Alfa, que foi fechado há cerca de um ano, foi arrematado pela Incorporadora Seletiva de Imóveis LTDA, encabeçados por Fellipe Martins, da Pipocas Plinc, Jomar Andrade, do Frigorífico Paladar e José Délcio Lage.

    A venda ocorreu durante uma audiência, na vara Trabalhista, em Caratinga-MG e assinada pelo juiz Jonatas Rodrigues de Freitas.

    Os valores do negócio giram em cerca de R$ 5 milhões, sendo $4 milhões 250 mil pelo imóvel, acrescido de todos os tributos.

    Para que o negócio seja efetivado, 30 % do valor deve ser pago ser feito até a próxima segunda-feira (7), sendo o restante parcelado em 12x. 

    Parte do valor será para efetuar o pagamento de dívidas trabalhistas e impostos, que atualmente estão avaliados em mais de R$ 1 milhão.

    clube alfaFoto: reprodução/Facebook

    Pagamento aos ex-funcionários

    O clube estava devendo diversos direitos trabalhista aos ex-funcionários, como FGTS, que não eram depositados desde 2013, recolhimentos previdenciários, salários, férias, 13° e horas extras atrasados para alguns.

    Em conversa com o Plox, o advogado de Rafael Mendes, que defende ex-empregados do clube disse que: “após o pagamento na segunda-feira, o juiz da Vara de Caratinga, vai começar a liberação dos créditos trabalhistas, por ordem de habilitação no processo piloto. Algumas pessoas já vão começar a receber neste mês de outubro e outros nos meses subsequentes”.

    O advogado ainda frisou que o critério de pagamento “vai ficar por conta do juiz”.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]