Brasil

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Damares Alves é eleita senadora pelo Distrito Federal

    Com 100% da urnas apuradas, Damares obteve mais de 700 mil votos

    Por Plox

    02/10/2022 18h48 - Atualizado há mais de 1 ano

    O Distrito Federal escolheu Damares Alves (Republicanos) como senadora. A ex-ministra do governo Bolsonaro conquistou 44,98% de votos e conseguindo uma margem folgada da segunda colocada, Flávia Arruda (PL), que aprece com 27,05%. Em terceiro aparece a Rosilene Corrêa (PT), com 22,42%

    Damares recebeu apoio da primeira-dama Michelle Bolsonaro, mesmo com uma candidata do partido do presidente. Na última quinta-feira (29), Damares esteve ao lado de Michele durante comício na cidade de Ceilândia. Durante o discurso, Michele tocou na pauta sobre a valorização da família e de inclusão social.

    “É bom demais poder falar de pessoas que valorizam a pauta da família, que valorizam as nossas crianças, que valorizam os nossos deficientes, os nossos surdos e nós estamos aqui para valorizar todos aqueles que ficaram invisibilizados por tanto tempo”.

    Damares e Michelle estiveram juntas durante comício na última quinta-feira (29). Foto: reprodução/redes  sociais.

    Vida política

    Em 1995, Damares mudou-se para Brasília, e começou a trabalhar como auxiliar parlamentar, no gabinete do deputado Josué Bengtson (PTB-PA), também pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular.

    Ela foi assessora parlamentar por seis anos no gabinete do deputado federal acreano Henrique Afonso (filiado ao PT, depois ao Partido Verde), que era pastor presbiteriano. Trabalhou também para o deputado federal Arolde de Oliveira (PSD), senador eleito pelo Rio de Janeiro, em 2018, e cujo sucesso nas urnas em outubro se deveu, em grande parte, ao suporte do chamado “clã Bolsonaro”. Exerceu também a função de auxiliar parlamentar no gabinete do senador Magno Malta,anterior ao vínculo com o senador pelo Espírito Santo. Foi chefe de gabinete de outro expoente da bancada neopentecostal na Câmara dos Deputados, o deputado federal goiano João Campos (PRB).Foi assessora parlamentar no Congresso Nacional por mais de vinte anos, antes de sua nomeação por Bolsonaro para o ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, onde obteve maior notoriedade no cenário político nacional.

    Damares durante campanha eleitoral. Foto: reprodução/redes sociais.

    Damares coleciona discursos polêmicos desde 2018. Damares já criticou o movimento feminista em uma entrevista: "É como se houvesse uma guerra entre homens e mulheres no Brasil. Isso não existe". 

    Damares também teceu críticas da chamada "ideologia de gênero", se posiciona contra o aborto e defende o Programa Escola sem Partido.

    integrou a Frente Parlamentar de Combate às Drogas, bem como a Frente Parlamentar Mista da Família e Apoio à Vida, e a Frente Parlamentar Evangélica.


     


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]