Brasil

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Mulher em Minas Gerais é acusada de matar marido e incendiar residência

    Testemunhas interferem após descoberta de corpo carbonizado com sinais de violência em Serra dos Aimorés

    Por Plox

    02/10/2023 21h42 - Atualizado há 5 meses

    Na noite de domingo (1/10), em Serra dos Aimorés, Região do Vale do Mucuri, Minas Gerais, uma mulher de 41 anos foi detida sob suspeita de assassinar seu marido e, em seguida, atear fogo na casa em que residiam. A vítima, um homem de 55 anos, foi encontrada com seu corpo totalmente carbonizado.

     

    Chamado de Vizinhos e Descoberta Trágica

    As autoridades foram alertadas sobre o incidente pelos vizinhos, que tentaram desesperadamente controlar o incêndio. Ao chegarem ao local, souberam que a vítima ainda estava dentro da residência. A perícia, ao analisar o corpo do homem, identificou não apenas marcas relacionadas ao incêndio, mas também sinais claros de violência.

     

    Versões Contraditórias e Intervenção de Testemunhas

    Ao ser interrogada sobre o ocorrido, a esposa da vítima apresentou versões distintas. Inicialmente, alegou que, após ser agredida pelo marido, reagiu, golpeando-o e depois iniciando o fogo. Posteriormente, alterou sua narrativa, insinuando que teria sido o próprio marido a começar o incêndio e se recusado a sair da casa em chamas. Em meio a essa confusão de relatos, a mulher indicou uma discussão motivada por uma suposta traição, na qual ela teria retirado um pedaço de madeira das mãos do homem e o golpeado na cabeça.

    Diante da acusação de homicídio que recaía sobre a mulher, algumas testemunhas presentes tentaram agredi-la. Tal situação exigiu a intervenção policial para escoltá-la em segurança até a delegacia de plantão de Nanuque.

    A investigação sobre o trágico evento segue em andamento, com o corpo da vítima sendo encaminhado ao Instituto Médico Legal para os procedimentos padrão.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2024[email protected]