Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Conheça exames importantes para o diagnóstico e tratamento do câncer de mama

    O câncer de mama é o tipo de câncer mais incidente em mulheres no Brasil

    Por Plox

    02/11/2021 13h46 - Atualizado há cerca de 1 mês

    O mês de outubro trouxe atenção ao cuidado com a mama que deve ser lembrado todos os anos, através do exame preventivo, a fim de se evitar o câncer de mama: tipo de câncer mais incidente em mulheres no Brasil.

    Dados comprovam que cerca de 30% dos cânceres de mama poderiam ter sido tratados mais precocemente, com exames de rotina, a mamografia de rastreamento.

    O rastreamento mamográfico anual é o exame mais efetivo para detectar esse tipo de câncer em mulheres, principalmente a partir dos 40 anos.

    Foto: Agência Brasil

     

    Segundo a radiologista Flávia Engel Aduan, da Clínica Doppler, a detecção precoce aumenta a chance de cura completa e evita cirurgias desnecessárias, além de contribuir para a redução da mortalidade.

    “Quando descoberto no início, a doença tem 95% de chance de cura. Vários estudos têm confirmado a importância da mamografia na redução da mortalidade pelo câncer de mama”, afirma Flávia.

    O Exame de Mamografia Digital é um exame seguro que é indicado pelo médico para rastreamento ou diagnóstico do câncer de mama.

    Flávia explica que a mamografia pode ser considerada desconfortável para algumas pacientes, porém, a compressão das mamas é essencial para o diagnóstico, pois causa a redução da dose de radiação, assim como, imobilidade da mama, dissociação das estruturas e uniformização das densidades.

    “Há maneiras de reduzir o desconforto, como vir fazer o exame fora do período menstrual (mamas menos “inchadas”). Para quem tem receio da radiação, é importante lembrar que em pequenas doses, a exposição à radiação não oferece riscos à saúde. O corpo humano tem tempo suficiente para substituir as células que eventualmente tenham sido alteradas”, explica a radiologista, lembrando que pacientes com implante de silicone devem realizar também o exame de mamografia, pois não há perigo de estourar a prótese.

    A ultrassonografia não é um exame de rastreamento e sim um exame para tirar alguma dúvida que não ficou esclarecida na mamografia. E indicada também como exame complementar para pacientes que apresentem mamas radiologicamente densas e que ,devido a quantidade de tecido glandular, pode dificultar a visualização de nódulos na mamografia .

    “Se o resultado da mamografia ou do ultrassom das mamas indicar suspeita de câncer de mama, o médico pode solicitar um exame de biópsia. Essa biópsia é feita por agulhas e guiada por ultrassonografia ou mamografia e serve para analisar se o nódulo em questão é ou não um tumor”, explica.

    A punção das mamas é um exame minimamente invasivo feito com anestesia local e caso haja a presença de células cancerígenas, também é possível determinar qual é o tipo de câncer e o tratamento mais indicado.

    Por fim, há a marcação pré cirúrgica (MPC) dos nodulos, que também é um exame pré-operatório utilizado para localização de lesões não palpáveis da mama e que deve ser feito preferencialmente no mesmo dia da cirurgia ou, no máximo, 24 horas antes.

    “Nesse exame um fio guia metálico é colocado na lesão para que ela possa ser posteriormente extraída pelo médico durante a cirurgia”, finaliza Flávia.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]