CBF reporta invasão cibernética e furto de documentos

A Confederação Brasileira de Futebol confirma a invasão de dados e furto de documentos, iniciando investigações com as autoridades.

Por Plox

02/12/2023 08h36 - Atualizado há 7 meses

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que sofreu uma invasão em suas redes sociais, resultando no furto de alguns documentos. A entidade mencionou que, além do furto, houve também falsificação ou adulteração desses documentos.

Medidas Imediatas e Investigação A CBF está tomando medidas proativas e imediatas em resposta ao incidente, incluindo a notificação das autoridades policiais competentes. A colaboração da CBF com as autoridades busca assegurar a investigação completa e a responsabilização dos envolvidos no crime cibernético.

Comprometimento com a Segurança dos Dados Em seu comunicado, a CBF reforçou o compromisso com a integridade dos dados e a cooperação total com as autoridades para resolver rapidamente o incidente. Além disso, a entidade está revisando e fortalecendo seus protocolos de segurança cibernética para prevenir futuros ataques e assegurar a proteção de seus sistemas.

Destaques