Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Homem é condenado a 15 anos de prisão pelo assassinato de pedreiro no Vale do Aço

    Wanderci Horácio foi morto com dois tiros, em novembro de 2017, no bairro Industrial

    Por Plox

    03/03/2019 14h38 - Atualizado há mais de 2 anos

    E.J.G da S., de 31 anos, foi condenado a 15 anos de prisão em regime fechado pela assassinato de Wanderci Horácio, ocorrido em novembro de 2017, no bairro Industrial, em Santana do Paraíso-MG. A vítima tentava ajudar a mãe, que estava caída em uma avenida do bairro, de E.J. a ir para casa.
    O homem foi julgado no dia 26 de fevereiro, pelo Tribunal do Júri da 2ª Vara Criminal da Comarca de Ipatinga-MG. Do total da pena, ele deve cumprir 14 anos de prisão pelo crime e mais um ano por corrupção de menor, em regime fechado.

    Segundo o Ministério Público, o homem era foragido e foi localizado no estado do Espírito Santo, em junho de 2018. De acordo com as investigações, no dia do crime, um menor teria emprestado uma arma para E.J, que atirou duas vezes contra Wanderci. Os tiros acertaram a cabeça e o peito da vítima.

    A defesa do réu negou a corrupção de menores pela participação do adolescente na morte do pedreiro, que na época, tinha 54 anos. A Justiça culpou o E.J por homicídio qualificado e o envolvimento do menor no assassinato.

    O CRIME

    O assassinato foi registrado na avenida Glicéria de Almeida, no bairro Industrial em Santana do Paraíso-MG, no dia 15 de novembro de 2017. De acordo com informações do boletim de ocorrência, policiais apuraram que a vítima estava bebendo em um bar acompanhado de outros homens e de uma mulher. Segundo relatos, a mulher estava bêbada e Wanderci estaria tentando levá-la para casa, forçando ela a entrar em seu carro. O filho da mulher passava pelo local no momento em que avistou o homem tentando colocar sua mãe à força dentro do veículo, mas sem sucesso.

    Foto: Whatsapp do PLOXWanderci foi morto a tiros no bairro Industrial, em Santana do Paraíso (Foto: arquivo/Plox)

    Ainda segundo o boletim, a proprietária do bar levou a mulher até sua residência a pé e quando retornou encontrou Wanderci morto. Segundo informações da Polícia Militar, o autor teria utilizado uma ‘chumbeira’. O crime foi registrado por câmeras de segurança, que mostram o autor acompanhado de outros dois indivíduos. Após o crime, o autor teria fugido do local com os comparsas em bicicletas, seguindo em direção ao final do bairro.

    A vítima foi baleada na cabeça e no peito.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]