Bombeiros mineiros são enviados ao Rio Grande do Sul para auxiliar nas enchentes

Equipe de resgate de Minas Gerais chega ao estado gaúcho após severas chuvas causarem destruição e mortes

Por Plox

03/05/2024 13h57 - Atualizado há 23 dias

Bombeiros do estado de Minas Gerais desembarcaram nesta quinta-feira (2) no Rio Grande do Sul para prestar auxílio nas áreas mais afetadas pelas recentes chuvas, que colocaram o estado em estado de calamidade pública. Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, o cenário é desolador com 29 mortes confirmadas, 60 pessoas desaparecidas e 36 feridos até o momento.

Foto: Reprodução/TV Globo

A equipe, que tem vasta experiência em operações de resgate, incluindo as tragédias de Mariana e Brumadinho, além de missões internacionais e outros desastres nacionais como em Petrópolis (RJ) em 2022, é composta por 28 militares. Eles foram divididos entre transporte aéreo e terrestre, com o apoio de dois cães farejadores, especializados em busca e resgate.

Além dos bombeiros, profissionais da Defesa Civil de Minas Gerais também se juntaram ao esforço no estado sulista, com previsão de que as equipes permaneçam por pelo menos uma semana. As operações de resgate são complexas, dada a destruição de infraestruturas essenciais como pontes, e os acessos estão severamente comprometidos com aproximadamente 135 bloqueios em rodovias.

O impacto das chuvas é extenso, afetando 154 dos 496 municípios do estado, com mais de 71 mil pessoas impactadas direta ou indiretamente. Cerca de 15 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas, das quais 4.645 estão em abrigos temporários e outras 10.242 estão desalojadas.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais também disponibilizou equipamentos essenciais para facilitar os trabalhos de busca e salvamento. 

Destaques