Ipatinga

saúde

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    PBH emite alerta de febre maculosa após mortes

    "Em especial nas unidades no entorno de Contagem”

    Por Plox

    03/06/2019 11h06 - Atualizado há mais de 2 anos

    A Secretaria Municipal de Saúde emitiu alerta aos profissionais de saúde para que fiquem sobre aviso para atender a pacientes com sintomas de febre maculosa na região metropolitana de Belo Horizonte, "Em especial nas unidades no entorno de Contagem”.

    Após uma epidemia de dengue, a secretaria destaca duas mortes ocorridas por febre maculosa em Contagem. “No dia 30 de maio de 2019 foram notificados dois casos de Febre Maculosa Brasileira (FMB) em pacientes residentes em Contagem com história de picada de carrapato e/ou expostos a fatores de risco para doença que evoluíram para óbito e foram confirmados, residentes do distrito Nacional. Outros casos suspeitos seguem em avaliação.” 

    “Reforçamos o critério para suspeição de febre maculosa, sugerindo que todo paciente com quadro febril agudo e relato de ter estado na região do bairro Nacional, em Contagem, nas últimas duas semanas, especialmente se envolvidos em atividades de capina ou com relato de terem encontrado carrapato no corpo, sejam avaliados prontamente para a doença”, a secretaria informou que o alerta foi feito de maneira preventiva, pois atende casos de pessoas que vieram de outras cidades. .

    Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde relatou que pelo fato de os casos atendidos em Belo Horizonte serem de residentes de outros municípios, a investigação é de responsabilidade do munício de origem. "Belo Horizonte recebeu os pacientes, está prestando toda assistência necessária e já divulgou um comunicado para a rede reforçando as orientações sobre os sintomas da febre maculosa e devidos procedimentos para condução de casos suspeitos".  

    (Foto: Secretaria Municipal de Contagem/Reprodução)(Foto: Secretaria Municipal de Contagem/Reprodução)

    A doençah

    Os sintomas são febre, dor de cabeça, dores musculares, náuseas e vômitos. Entretanto, em alguns casos, pode vir a ocorrer erupção cutânea, frequentemente com pele escurecida ou incrustada no local da picada do carrapato.

    Transmitida pelo carrapato-estrela, a doença tem entre seus hospedeiros equinos e animais silvestres, como a capivara, roedor que é visto circulando no entorno da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte.

    Atualizado 9h57.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]