Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Irmã que assistiu o menino ser esquartejado pela mãe reencontra o pai

    O pai, Rodrigo Oliveira, saiu do Acre para buscar a filha.

    Por Plox

    04/06/2019 01h08 - Atualizado há mais de 2 anos

    No último domingo (2), o pai da menina de 8 anos, que presenciou a morte do irmão de criação, Rhuan Maycon, de 9, desembarcou em Brasília para buscar a filha que procurava há cinco anos. Rodrigo Oliveira, pai da menina, é agente penitenciário. 

    A pequena era criada pela mãe, Kacyla Priscyla Santiago Damasceno, de 28 anos, e pela madrasta, Rosana Auri da Silva Cândido, de 27, mãe do menino. Acusadas de matar e esquartejar o menino na noite da última sexta-feira (31), na frente da garota, a criança acabou sofrendo um grande trauma. Após cinco anos de maus-tratos, ela não consegue ficar na presença de homens.

    Kacyla e Rosana fugiram com as crianças do Acre e passaram por diversos estados até serem presas ao serem acusadas de matar o pequeno Rhuan. Após o crime, a menina foi levada para um abrigo de Taguatinga. 

    O reencontro:
    Ainda no domingo, o reencontro entre pai e filha aconteceu. Entretanto, a garota se mostrou assustada, com machucados no pescoço, cortes na cabeça e pés ressecados. Conforme informações do Conselho Tutelar, a mãe e a madrasta ensinaram a criança que ela não poderia confiar em homens, pois iriam machucá-la.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]