Ipatinga

famosos

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Filho de Solimões lança 'pocnejo', que mistura moda de viola à temática LGBT

    Por Plox

    03/06/2019 12h12 - Atualizado há mais de 2 anos

    Gabriel Felizardo, conhecido como Gabeu, filho de Solimões que faz dupla com Rionegro, lançou sua carreira com a música ‘Amor rural’. Gay assumido, o cantor traz em seu trabalho a sofrência típica do sertanejo e a moda de viola. Ele batizou seu estilo como ‘pocnejo’, uma referência ao universo LGBT.


    O artista de 21 anos tem influências de Chitãozinho e Xororó e de Shania Twain, e escreveu ‘Amor rural’ com o namorado. "É o sertanejo, bebe das mesmas fontes. Mas as questões são outras: ele fala da vivência de um garoto gay". Segundo Gabeu, que compõe desde os 12 anos, o pocnejo surgiu de sua própria experiência de vida, onde se perguntou: "Por que não tem gente falando sobre nossas questões no sertanejo? No pop tem, no rap tem. Hoje, tenho recebido mensagens de garotos gays do interior, que cresceram ouvindo sertanejo e nunca se sentiram representados”, defende.


    Gabeu diz sentir que o preconceito em relação à ele é algo mais velado, já que é filho de um artista sertanejo de renome. Mas Solimões deu o aval à carreira do filho: "Ele se espantou com a ousadia, mas elogiou, disse que a letra era muito bem pensada, inteligente. E me deu dicas na hora de gravar", conta. O artista diz que vê a carreira de Pabllo Vittar como uma inspiração não só para ele, como para muitas outras pessoas do mundo LGBT, pois, após Vittar fazer sucesso, “muitas outras drag queens começaram a cantar”. 

    Atualizada às 10h20


     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]